Espaço

Portugal ajuda a criar impressora 3D para Agência Espacial Europeia

Impressora 3D portuguesa nasceu em Ílhavo. (Arquivo/Global Imagens)
Impressora 3D portuguesa nasceu em Ílhavo. (Arquivo/Global Imagens)

BeeVeryCreative colaborou no protótipo de equipamento com capacidade para imprimir em ambientes de microgravidade com polímeros de alta performance.

A startup portuguesa Beeverycreative, que cria impressoras 3D, juntou-se a outras empresas para desenvolver precisamente um protótipo de impressora 3D com capacidade para imprimir em ambientes de microgravidade com polímeros de alta performance. Este protótipo já foi entregue à Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês).

O Projeto MELT (Manufacturing of Experimental Layer Technology), tinha como objetivo desenvolver e testar um protótipo de impressora 3D para Estação Espacial Internacional (ISS), cujo objetivo é imprimir em ambiente de microgravidade com polímeros de alta performance, peças e ferramentas úteis para os astronautas.

Após vencerem um concurso lançado pela ESA, este consórcio internacional, esteve a desenvolver o protótipo ao longo de mais de dois anos, tendo sido da responsabilidade da Beeverycreative o desenvolvimento do equipamento propriamente dito e do seu software.

Com os conhecimentos gerados, a empresa portuguesa, com o acompanhamento do Instituto Pedro Nunes – brokers em Portugal da ESA -, vai desenvolver uma impressora 3D para empresas.

Aurora Baptista, CEO da startup portuguesa, explica que o que vão fazer é “para o segmento profissional e semi-industrial – e porque é que digo semi-industrial, não é que não sejam as mesmas indústrias mas é para o uso que não é uso intensivo industrial de fazer produtos finais”.

“É para [este segmento] que vamos fazer esta impressora, incorporando uma grande parte – não é todo o conhecimento – mas aquilo que consideramos que é útil [para] esta impressora”, acrescenta.

Assim, setores como o automóvel, calçado e eletrónica poderão recorrer à prototipagem rápida, obtendo assim protótipos precisos, mais fáceis de usar e que demoram menos tempo a criar.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Casas em leilão

Selo sobre venda de casas deu num ano mais 50 milhões de euros ao Estado

Former U.N. chief Kofi Annan addresses an advisory commission in Sittwe, Myanmar, September 6, 2016. REUTERS/Wa Lone

Kofi Annan: O diplomata premiado pela defesa da paz

Carlos Saturnino, Sonangol.

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Sonangol vai manter posições na Galp e no BCP

Outros conteúdos GMG
Portugal ajuda a criar impressora 3D para Agência Espacial Europeia