Dinheiro Vivo TV

Portugal é bom para apostar em startups. Cinco investidores explicam porquê

A carregar player...

O Dinheiro Vivo esteve no primeiro dia do LIS e falou com cinco investidores portugueses e internacionais sobre o seu papel nas startups.

200 investidores, 750 startups e 400 quadros de empresas estão juntos esta quarta e quinta-feira no Hub Criativo do Beato para mais uma edição do Lisbon Investment Summit (LIS). Organziado pela Beta-i, este é a maior conferência organizada por uma associação portuguesa para discutir todos os aspetos do financiamento das startups, desde a ideia até às maiores rondas, a partir da série A.

O Dinheiro Vivo esteve no primeiro dia do LIS e falou com cinco investidores portugueses e internacionais sobre o seu papel no financiamento das startups.

Leia aqui: Segredos e lições de investidores estrela

A qualificação dos engenheiros e o inglês acima da média são duas das características que mais ajudam as startups de Portugal. E a qualidade das ideias e das equipas são os factores mais importantes na avaliação destes investidores ao mercado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O antigo secretário de Estado da Energia e da Inovação, Henrique Gomes, fala perante a Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade, na Assembleia da República em Lisboa, 23 de janeiro de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Henrique Gomes disse que “Mexia é osso duro de roer” e teve de sair da REN

A área alimentar gerou vendas históricas de quatro mil milhões de euros. Fotografia: D.R.

Sonae atinge vendas recorde de 6,3 mil milhões com impulso do Natal

António Costa, primeiro-ministro, e Mário Centeno, ministro das Finanças, num debate parlamentar sobre o OE2019. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Universidade Católica prevê menos crescimento em 2018 e 2019

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Portugal é bom para apostar em startups. Cinco investidores explicam porquê