Portugal Ventures

Portugal Ventures. Acionistas aprovam Rita Marques

Fotografia: página do Facebook da Porto Business School
Fotografia: página do Facebook da Porto Business School

Diretora executiva da Porto Business School vai suceder a Celso Guedes de Carvalho na presidência da sociedade pública de capital de risco.

Rita Marques é a nova presidente do conselho de administração da Portugal Ventures (PV). O nome da diretora executiva de MBAs e Pós-Graduações da Porto Business School foi aprovado em assembleia-geral esta quinta-feira, no Porto, apurou o Dinheiro Vivo. Rita Marques sucede a Celso Guedes de Carvalho na presidência da sociedade pública de capital de risco.

O mandato de Celso Guedes de Carvalho como CEO da capital de risco pública terminou a 31 de dezembro do ano passado. E a escolha da tutela (ministério da Economia e secretaria de Estado da Indústria) para lhe suceder recaiu sobre a diretora executiva de MBAs e Pós-Graduações da Porto Business School, que desenvolveu alguns trabalhos de consultoria, junto de entidades públicas e privadas, em áreas como inovação, financiamento público, internacionalização e investimento direto estrangeiro.

A escolha de Rita Marques, antes da assembleia-geral, terá sido validada em parecer emitido pela CReSAP (Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública), que tem por missão avaliar os candidatos a cargos de direção e gestão de topo na administração pública.

A administração da capital de risco vai ainda contar com Rui Pedro Soares Ferreira – consultor de diversas entidades sobre financiamento, reestruturações, fusões e aquisições de PME e CFO do SharkTank Portugal até ao ano passado – e Pedro de Melo Breyner – gestor com várias décadas de experiência na área do turismo – de acordo com o comunicado da PV, enviado às redações.

A Portugal Ventures nasceu em junho de 2012, fruto da fusão de três empresas públicas de capital de risco e ‘private equity’ – a AICEP Capital Global, o InovCapital e o Turismo Capital.

O primeiro presidente da Portugal Ventures foi José Epifânio da Franca. Marco Fernandes sucedeu-lhe em 2015 e, no final de maio de 2016, Celso Guedes de Carvalho assumiu os comandos da sociedade. Agora, os destinos da capital de risco devem passar a ser conduzidos por Rita Marques.

Nas últimas semanas, a Portugal Ventures realizou a venda de participações em startups como a B-Guest e a GuestU ao grupo Nonius e da ShiftForward aos norte-americanos da Velocidi.

(Notícia atualizada às 15:27 com a composição dos restantes membros do conselho de administração)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Foto: TIAGO PETINGA/LUSA

Bruxelas pede a Centeno 1,4 mil milhões em novas medidas para acertar OE2020

Faria de Oliveira, presidente da APB.

Banca portuguesa entre a que mais se desfez de ativos tóxicos na Europa

5G NOS

NOS anuncia Matosinhos como “primeira cidade” em Portugal com cobertura 5G

Outros conteúdos GMG
Portugal Ventures. Acionistas aprovam Rita Marques