capital de risco

Portugal Ventures lança Call For MVP

Startups

A capital de risco lançou a Call For MVP. Analise dos produtos terá em conta se o produto tem as características necessárias para chegar ao mercado

A Portugal Ventures, sociedade pública de capital de risco, lança a Call For MVP. Em comunicado, a capital de risco, explica que, na análise dos projetos submetidos à “Call For MVP será privilegiada a orientação do investimento para a valorização de um MPV (Mínimo Produto Viável), de modo a que o produto tenha as mínimas características necessárias para ser inserido no mercado, nas áreas de Digital (Enterprise, Cibersecurity, Networks, Artificial Intelligence, AR/VR, Marketplaces, Blockchain e IoT) e Engineering & Manufacturing (New Materials, Electronics, Robotics, Cleantech, Agrotech, SeaTech)”.

Vão ser considerados elegíveis os projetos que sejam “baseados em inovações distintivas e únicas, que já tenham desenvolvido um protótipo funcional e com, ainda que preliminar, feedback do mercado. Numa fase posterior, o objetivo passa por ajustar esse protótipo às necessidades de mercado e por desenvolver o respetivo modelo de negócio”.

Os projetos deverão ser promovidos por empresas “constituídas, localizadas nas regiões Norte, Centro e Alentejo, em fase seed, startup ou early stage, que não tenham até ao momento do investimento 3 exercícios completos desde a data de início de atividade, ou por empresas localizadas na região do Alentejo em fase de desenvolvimento (second Round) de novos produtos e/ou serviços, com foco na inovação”.

Os projetos que forem selecionados para investimento podem receber um apoio cujo montante mínimo é de 300 mil euros. Todavia, o financiamento pode “ascender a um milhão de euros” sendo necessário para isso “acompanhamento próximo da equipa da Portugal Ventures na gestão e nas decisões estratégicas, aconselhamento por especialistas, nacionais e internacionais, com experiência acumulada no desenvolvimento do negócio e da partilha de uma vasta rede de contactos, em Portugal e no estrangeiro, para potenciação de oportunidades de negócio e angariação de capital em futuras rondas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Portugal Ventures lança Call For MVP