Portugueses abrem fábrica de doces no Rio para abastecer hotéis

No complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, há um novo negócio a agitar o mercado de trabalho. Os portugueses Rodrigo Castelão e Luís Santos juntaram-se aos brasileiros Adailto Fonseca e Diego Dias e criaram a Arte Conventual, uma empresa de produção e distribuição de pães e bolos especializada em doçaria conventual portuguesa.

Siga o Dinheiro Vivo no Facebook e conheça mais histórias de Fazedores.

"Começámos a entender que no mercado da hotelaria havia espaço para um negócio deste tipo, muito ligado ao segmento da confeitaria. Havia uma tendência e quisemos criar um diferencial de produto", explica Rodrigo, ao telefone com o Dinheiro Vivo.

A experiência de três dos quatro sócios nos hotéis da rede Pestana facilitou os contactos e os estudos do mercado hoteleiro do Rio de Janeiro. O investimento, só em capitais próprios - e que os sócios não revelam -, permite produzir todos os dias mais de seis mil unidades de pães e bolos. O número deve ser duplicado ainda no primeiro trimestre do próximo ano: a Arte Conventual quer ter uma oferta tão completa para o Sul do Rio como já tem no Norte, "com um enorme potencial de crescimento". E por isso preparam-se para abrir a nova unidade de produção em Rio Comprido, no centro da cidade. "Todo o investimento é questionado e todo o dinheiro que investimos tem de ser convertido em produto. Só assim investimos", sublinha Rodrigo.

Os pastéis de Tentúgal e os pastéis de nata da Arte Conventual já chegaram aos hotéis Pestana, Caesar, Golden Tulip e Novo Mundo. Nos planos a médio prazo está a criação de uma loja da marca. Mas sem pressas, assegura Rodrigo. Afinal, "doçaria é um produto de que todo o mundo gosta".

A escolha do local da fábrica esteve relacionada com o controlo de custos e com a função social a que os donos da Arte Conventual querem ser associados: além dos quatro sócios, cada um dos seis trabalhadores da empresa vêm da favela que, há bem pouco tempo, era um sítio proibido da cidade maravilhosa. Siga a Arte Conventual no Facebook.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de