têxtil

Primeira toalha anti-mosquitos é uma inovação portuguesa

ng3093052

A Enamorata, marca portuguesa de moda banho, apresenta a primeira toalha de praia anti-mosquitos. Trata-se de um produto 100% nacional, com grande valor acrescentado para combater doenças como febre amarela, dengue ou malária.

Veja aqui a página da marca no Facebook

A toalha é o resultado de uma parceria entre a Enamorata e a Smart Inovation.. A Smart Inovation é uma empresa de Barcelos que criou “a nano-partícula de sílica com efeito anti-mosquito, aliando inovação a preocupações ecológicas”, e a Enamorata é uma empresa têxtil de moda de banho para senhora, homem e criança.

Leia também “Não há blocos de notas como estes”

Fátima Costa, da Enamorata, salienta que “apesar de já existirem roupas anti-mosquito, o efeito anti-repelente perdia-se ao fim de poucas lavagens. Só agora, com o desenvolvimento da nanotecnologia, foi possível criar um produto duradouro e eficiente, com resistência a 80 lavagens e até a uma temperatura de 90 graus”.

Segundo César Martins, da Smart Inovation, “a nano-partícula anti-mosquito não mata os mosquitos, afasta-os, e todos os nossos produtos têm o menor grau de toxicidade possível, tanto para animais como para pessoas”.

Este novo produto, “inovador e revolucionário produto com têxteis bio funcionais está em fase de certificação pelo IHMT (Instituto de Higiene e Medicina Tropical) para dar garantia ao cliente da eficácia do princípio ativo anti-repelente by Smart Inovation tecnologia”, refere a empresa.

Na visão dos empresários a toalha de praia anti-mosquito é uma forma de a “indústria têxtil e a medicina em conjunto darem um grande passo na utilização dos materiais têxteis para o bem da humanidade. Recorde-se que a malária é a doença que mais mata em todo mundo, depois da tuberculose. Em África, uma criança morre a cada 45 segundos de malária”, salientam os empreendedores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Primeira toalha anti-mosquitos é uma inovação portuguesa