financiamento

Prodsmart acelera em Silicon Valley e recebe investimento da 500 Startups

Gonçalo Fortes e Samuel Martins lideram a Prodsmart. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Gonçalo Fortes e Samuel Martins lideram a Prodsmart. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

A Prodsmart está presente em quatro países e o seu software já está instalado em mais de 50 fábricas

A Prodsmart é a mais recente startup portuguesa a participar num programa de aceleração da 500 Startups, em Silicon Valley, nos Estados Unidos. A empresa portuguesa que ajuda a otimizar processos industriais é apenas a terceira startup portuguesa a alcançar este feito, depois da Talkdesk (2011) e da Infraspeak (2016). A entrada neste programa de aceleração inclui ainda um investimento, por montante não identificado.

“Esta é uma excelente oportunidade para abrir as portas para um país como os EUA, com um sector industrial muito forte, além de nos permitir fazer crescer uma equipa que faça com que a Prodsmart tenha uma presença global”, assinala Gonçalo Fortes, presidente executivo desta startup, em nota enviada às redações esta quarta-feira.

A empresa destaca também que os Estados Unidos “são um dos países mais industrializados do mundo mas com fortes necessidades de modernização nas suas fábricas. Com dificuldade em competir com os países asiáticos, revelam também uma vontade de reconstruir o tecido industrial perdido nos últimos anos. Uma vez que os salários americanos não podem ser competitivos quando comparados com os salários praticados nesses países a competitividade tem de vir de outros fatores”.

Leia aqui: Prodsmart. “O CEO é um evangelista. Tem de se vender de forma desenvergonhada”

A Prodsmart está presente em quatro países e o seu software já está instalado em mais de 50 fábricas. “Começámos com 5 fábricas, chegámos às 50 nos últimos meses e agora estamos no 500 com vontade de ter 5000.” Portugal, Roménia, Alemanha e Brasil são os quatro países onde esta startup já está presente.

A 22.ª edição do programa de aceleração da 500 Startups termina a 24 de outubro, com uma sessão de apresentação em São Francisco para parceiros e investidores. A nível de investimento, a Prodsmart já obteve, anteriormente, 200 mil euros junto da Caixa Capital e o mesmo montante através do programa Portugal 2020.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
casas-do-airbnb_16b

Casa deixa de contar para o IRS quando se muda o crédito de banco

frasquilho

Frasquilho. “Em termos de resultados, vai ser um ano positivo para a TAP”

Fotografia: Nacho Doce/Reuters

Oi. “Centenas” de obrigacionistas portugueses não conseguiram fechar acordo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Prodsmart acelera em Silicon Valley e recebe investimento da 500 Startups