UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto

Quantas startups são precisas para medir a maior onda?

Márcio Borgonovo-Santos, investigador biomecânico e fundador da All in Surf.
Márcio Borgonovo-Santos, investigador biomecânico e fundador da All in Surf.

A resposta à pergunta do título é: uma. A<strong> All in Surf</strong>, startup incubada no<a href="http://uptec.up.pt/" target="_blank"> Parque de Ciência e Tecnologia do Porto</a>,<strong> </strong>foi desafiada para medir o desempenho do surfista <a href="https://www.facebook.com/steudtner?fref=ts" target="_blank">Sebastian Steudtner</a>, habituado a surfar ondas gigantes e que atingiu a maior onda do mundo em 2015.

A All in Surf desenvolveu no UPTEC um sistema de monitorização in loco, avaliação e treino de surf em tempo real que permite entender o comportamento das correntes marítimas face à prancha de surf na formação das ondas gigantes. Através dessa análise, é possível perceber que detalhes podem ajudar a melhorar o desempenho dos surfistas.

A empresa portuguesa vai poder medir o desempenho do campeão da XXL Big Wave Awards 2015, a convite da produtora de televisão alemã ZDF, uma das maiores emissoras públicas de televisão a nível europeu, a propósito de um documentário que está a produzir sobre o atleta alemão.

Esta sexta-feira, a empresa vai estar na Nazaré com o surfista para realizar os primeiros testes que serão gravados para o documentário. “O objetivo será utilizar o sistema criado pela startup para obter dados GPS, cinemática do movimento da prancha em 3D, usar um relógio de alta precisão para sincronização com as filmagens, e um sensor capaz de medir a direção e o sentido do fluxo da água que passa por baixo da prancha de surf”, explica Márcio Borgonovo-Santos, investigador biomecânico e fundador do projeto, em comunicado.

De seguida, a 26 de outubro, seguem-se testes de equilíbrio dinâmico, medições da atividade elétrica muscular, avaliações do posicionamento dos pés na prancha e posturas do atleta no Laboratório de Biomecânica do Porto – LABIOMEP.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Quantas startups são precisas para medir a maior onda?