4º aniversário DV

Quidbox: “Primeiro vamos vender e ver o que diz o mercado”

Made in Braga, a Quidbox chega ao mercado em junho.
Made in Braga, a Quidbox chega ao mercado em junho.

Uma box que permite fazer chamadas, aceder à internet e controlar os conteúdos televisivos que pode ser controlada por gestos. Made in Braga.

Uma startup de Braga começou com uma ideia, venceu um importante prémio norte-americano e só em junho chega ao mercado. A Quidbox não tem acesso à informação estratégica das grandes empresas, mas José Craveiro diz que “primeiro vamos vender e depois pensamos no financiamento”.

Participando na conferência do 4º aniversário do Dinheiro Vivo, a decorrer no mosteiro de Tibães, em Braga, José Craveiro explicou como a box idealizada na cidade minhota permitirá, através de um interface simplificado para o utilizador pode ser comandado através de um comando “tradicional”, por smartphone, por voz ou por gestos.

“É uma tvbox que pode aproveitar a capacidade instalada em nossas casas, desde a televisão, à consola de jogos, passando pela internet”, simplificou, recordando como, na apresentação do produto, em Las Vegas, conquistou o CES 2014 Innovations Design and Engineering Awards.

Atualmente, o financiamento da startup é “integralmente assegurado por um empreendedor de Braga”, pelo que as dificuldades no acesso a investidores habitualmente reportado pelas startup não se aplica à Quidbox.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ministro da Economia Pedro Siza Vieira, no Roteiro Automóvel, visitou a PSA e conduziu um dos carros fabricados em Mangualde.  (João Silva / Global Imagens )

Governo quer choque elétrico nas fábricas de automóveis

Ana Jacinto, secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) antes de uma entrevista, esta manhã nos estúdios TSF.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ana Jacinto. Hotelaria e restauração precisam de mais de 40 mil trabalhadores

despedimentos coletivos

Despedimentos coletivos voltam a subir em 2019 e arrasam no Norte

Quidbox: “Primeiro vamos vender e ver o que diz o mercado”