Santander Totta estuda carteira comercial do BBVA em Portugal

António Vieira Monteiro, presidente do Santander Totta
António Vieira Monteiro, presidente do Santander Totta

O Santander Totta está a estudar a compra das carteiras comerciais do espanho e tem interesse na mesma carteira do britânico Barclays, revelou o presidente do banco.

António Vieira Monteiro, adiantou à
Reutersm que está a olhar para o BBVA: “estamos a estudar a
carteira, a carteira comercial. Na rede de retalho não estamos
interessados”.

Para já ainda não há uma proposta
concreta: “Vamos ver e no fim veremos se faremos uma proposta ou
não”.

Relativamente à unidade do Barclays em
Portugal, o presidente do Santander Totta adiantou que está também
interessado na mesma carteira do banco britânico em Portugal.

Os porta-vozes do BBVA e do Barclays
não comentam.

Sobre a operação do Santander Totta,
Vieira Monteiro mostra-se optimista na rentabilidade do seu banco.

Vieira Monteiro espera que até
2016 volte a atingir o lucro que tinha em 2009/2008, ou seja em redor
dos 400 milhões de euros contra 102 milhões de euros em 2013,
alcançando uma rendibilidade dos capitais próprios (‘return on
equity’) entre 12 e 16% versus 5,1%

“O que eu sei é que este é um
dos mercados em que o Santander quer ficar, isso é muito importante
no momento em que vemos outros bancos (por exemplo) como o Barclays,
o BBVA, a sair do país”, acrescentou.

Vieira Monteiro disse ainda que o
crédito vencido do Santander Totta atingiu o pico no início de
2014, permitindo a reversão de “muitas” provisões. O
banco prevê também aceder à nova facilidade TLTRO do Banco Central
Europeu (BCE).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Santander Totta estuda carteira comercial do BBVA em Portugal