crowdfunding

Shifter conclui campanha de crowdfundig com perto de seis mil euros

Portal Shifter foi fundado em 2013 por Mário Rui André e João Ribeiro. Fotografia: DR
Portal Shifter foi fundado em 2013 por Mário Rui André e João Ribeiro. Fotografia: DR

Com o dinheiro angariado, o Shifter pretende reciclar o seu site e criar uma aplicação móvel para iOS e Android.

O Shifter concluiu com sucesso a sua campanha de crowdfunding. A plataforma portuguesa de jornalismo digital angariou 5.738 euros, o que equivale a 115% do objetivo proposto (5.000 euros). Numa publicação na semana passada no seu site, o Shifter indica que 193 pessoas contribuíram, com valores que oscilaram entre os dois e os 500 euros.

A campanha tinha arrancado a 29 de novembro na plataforma de crowdfundig portuguesa PPL com uma conclusão prevista para o último dia de 2017. Com o dinheiro angariado, o Shifter pretende reciclar o seu site e criar uma aplicação móvel para iOS e Android.

“O novo site do Shifter, com uma navegação renovada e uma reorganização dos conteúdos, será lançado até final de fevereiro e a aplicação para iOS e Android, que oferecerá uma experiência diferente, será disponibilizada posteriormente. Em breve, iremos também lançar as nossas novas newsletters, reativando um canal que anteriormente já tínhamos experimentado”, indica a publicação.

A todas as pessoas que contribuíram, o Shifter promete recompensas que vão desde mensagens de agradecimento a brindes vários, passando também por sorteios de prémios, como passes para o 180 Creative Camp, livros e subscrições de canais de filmes.

O Shifter é um projeto jornalístico de foco digital, lançado em 2013, para a geração millennial.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Joana Valadares e a sócia, Teresa Madeira, decidiram avançar em 2015, depois do encerramento da empresa onde trabalhavam há 20 anos. Usaram o Montante Único para conseguir o capital necessário e a Mimobox arrancou em 2016. Já quadruplicaram o volume de negócios. (Foto cedida pelas retratadas)

Desempregados que criam negócios geram mais emprego

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
Shifter conclui campanha de crowdfundig com perto de seis mil euros