fazedores

Shiptimize. Tecnologia para entregas sem falhas no e-commerce

Mark Bastiaanssen é um dos fundadores da startup Shiptimize. Foto: Natacha Cardoso/ Global Imagens.
Mark Bastiaanssen é um dos fundadores da startup Shiptimize. Foto: Natacha Cardoso/ Global Imagens.

A Shiptimize é uma startup com um software para ajudar as PME da área do e-commerce a encontrar as melhores soluções de logística para cada entrega.

Mark Bastiaanssen é holandês e há alguns anos desenvolveu um negócio de venda de equipamentos de pesca pela internet. Tal como todas as atividades de venda de produtos através do comércio eletrónico, Mark tinha de garantir que os equipamentos chegavam aos seus clientes. E era aí que as dores de cabeça começavam: consumia cada vez mais tempo a tratar disso, o que o impedia de dedicar-se a outras áreas do negócio. Por esta altura, entra para a equipa um novo elemento com contactos na área da logística. Em conjunto começaram a perceber que o caminho mais acertado não era o seguido até então.

“Decidimos [há menos de dois anos] que, já que o negócio [plataforma de e-commerce que vendia artigos de pesca] não estava a crescer, e a logística é uma questão tão importante, devíamos ver se a conseguíamos transformar num negócio. Demos a volta e começámos a focar-nos no lado da logística e da entrega [de produtos vendidos através] do comércio eletrónico”, diz Mark Bastiaanssen, CEO.

Estavam assim dados os primeiros passos para o nascimento da Shiptimize, startup holandesa que recebeu recentemente uma ronda de financiamento no valor de 500 mil euros, realizada pela Portugal Ventures (capital de risco pública) e outros investidores. A empresa já transferiu a sede para Portugal.

Quando se lançaram nesta aventura, os dois empreendedores sabiam que tinham de responder a alguns desafios que rodeavam o segmento da logística aplicado ao comércio eletrónico. Um dos principais é que “há uma total falta de conhecimento sobre logística e entregas no setor do comércio eletrónico e como é que juntos podem ser benéficos para todos. Começámos a desenvolver a nossa própria tecnologia, que é o mais simples possível para todos os segmentos, e estamos a trabalhar com diferentes transportadoras para que possam usar o tipo de envio correto dependendo das circunstâncias”.

O software da Shiptimize quer ajudar as pequenas e médias empresas na área do comércio eletrónico a encontrar as melhores soluções de logística para cada entrega. Esta ferramenta é integrada na plataforma de e-commerce do retalhista, sendo que a startup vai ser responsável pela negociação com as operadoras, com vista a conseguir as melhores condições comerciais e simplificação dos processos de gestão de devoluções e o atendimento ao cliente.

“Eu e o meu cofundador não nos sentimos confinados à Holanda”, conta Mark Bastiaanssen. “O que queríamos ver era se éramos capazes de levar o negócio para mercados que não conhecíamos, diferentes em termos de cultura de negócio e em que o estado do comércio eletrónico fosse diferente [da Holanda]. Olhamos para a Europa de Leste e para o Sul da Europa e no Sul o sol brilha. Espanha é um mercado fantástico, mas se não se fala castelhano é muito difícil entrar nele. Viemos para um programa de aceleração em Lisboa e nunca mais partimos. Continuamos como uma empresa holandesa, mas a certa altura fez mais sentido começar a desenvolver mais a empresa aqui. Portugal é um mercado interessante”, nomeadamente pela proximidade a Espanha e América Latina.

A Shiptimize tem já cerca de quatro centenas de clientes espalhados pela Península Ibérica e Holanda. Com o investimento captado, pretendem acelerar o desenvolvimento da sua ferramenta e apostar na área de vendas e de marketing em novos mercados. A empresa está a olhar para geografias onde o comércio eletrónico não é ainda uma realidade madura.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fátima Fonseca , Secretária de Estado da Administração e Emprego Público.

Leonardo Negrão / Global Imagens

Aumentos em serviços sem processos centralizados podem ficar para março

Foto: Jorge Amaral/Global Imagens

Governo: Cabe ao regulador dos seguros avaliar idoneidade de Tomás Correia

( Paulo Spranger / Global Imagens) .

PCP quer saber o que se passa com os precários de seis laboratórios do Estado

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Shiptimize. Tecnologia para entregas sem falhas no e-commerce