retalho

Sonae procura fazedores para testar ideias em centros comerciais

Centro-Vasco-da-Gama-lisboa-660x330

Sonae Sierra vai valorizar "novos conceitos de retalho" que "incentivem a adoção de um estilo de vida mais sustentável"

A Sonae Sierra, a gestora de centros comerciais do grupo Sonae, está à procura de fazedores para testar ideias no retalho em Portugal e Espanha. Ao abrigo do programa “Rising Store“, a empresa portuguesa vai oferecer seis meses de incubação sem custos numa loja ou quiosque. Esta oferta abrange até oito projetos e pode ser renovada por mais seis meses em condições especiais.

Na segunda edição deste programa, a Sonae Sierra vai valorizar “os novos conceitos de retalho que promovam junto dos visitantes mudanças comportamentais positivas e que incentivem a adoção de um estilo de vida mais sustentável“.

Isto quer que os projetos vencedores terão de ter “uma oferta de produtos ou serviços acessíveis ao consumidor, caracterizados pela sua vertente ecológica e de bem-estar pessoal, assentes em requisitos como a transparência, preocupação com o meio ambiente (poupança de recursos e da sua utilização de forma racional) e preocupação social (apoio a empresas e comunidades locais)”.

As candidaturas para o “Rising Store” podem ser feitas através desta página até 15 de dezembro. Os projetos vencedores serão anunciados em fevereiro de 2018 e a fase de incubação nas lojas ou quiosques vai começar em março.

Nesta edição, estão incluídos os centros comerciais AlgarveShopping, ArrábidaShopping, CascaiShopping, Centro Colombo, Centro Vasco da Gama, Estação Viana, GaiaShopping, GuimarãeShopping, LeiriaShopping, LoureShopping, MadeiraShopinng, MaiaShopping, NorteShopping, Parque Atlântico, ViaCatarina e 8.ª Avenida.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Inspeção Geral das Finanças tem inquérito a decorrer.

IGF detetou ilegalidades de 1900 milhões de euros em 2016

Patrick Drahi lidera grupo Altice. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Acionistas da dona do Meo apresentam queixa por “informação falsa ou enganosa”

Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

OE2018: Aprovado aumento extraordinário de 6 ou 10 euros nas pensões

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Sonae procura fazedores para testar ideias em centros comerciais