porto

Start & Scale: Cinco sugestões para conhecer os fazedores do Porto

Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens
Fotografia: Reinaldo Rodrigues/Global Imagens

Ao longo da semana, irão decorrer conferências, visitas guiadas, encontros entre investidores e startups e ainda várias masterclasses.

Arranca oficialmente este sábado a Start & Scale, a semana em que os fazedores do Porto mostram aquilo que as startups da cidade Invicta estão a desenvolver ao longo do ano. A iniciativa promovida pela ScaleUp Porto decorre até sexta-feira, 11 de março, e faz parte da estratégia da cidade para promover o empreendedorismo, a inovação e a tecnologia da região.

Ao longo da semana, irão decorrer conferências, visitas guiadas, encontros entre investidores e startups e ainda várias masterclasses. A cidade, desta forma “procura criar um ecossistema sustentável que aumente a competitividade económica da região, crie emprego e melhore a qualidade de vida dos cidadãos”.

Estas são as sugestões do Dinheiro Vivo para ficar a conhecer o ecossistema do Porto:

1. Tecnologia para o bem:

A semana começa com o lado bom da tecnologia. Até ao início da tarde de domingo, 170 pessoas vão estar no Palácio dos Correios a encontrar novas soluções para resolver problemas sociais. O Porto recebe pela primeira vez o hackaton da Hack for Good, a iniciativa de empreendedorismo social da Fundação Calouste Gulbenkian. Ao longo de 28 horas, serão desenvolvidas soluções em equipa para crianças, idosos, migrantes e refugiados.

2. Visitas guiadas:

Na segunda-feira, dia 7, será possível conhecer, no terreno, o que de melhor o Porto tem para mostrar nas áreas da tecnologia e da indústria. No centro da cidade, entre as 14h00 e as 19h, irá decorrer a “Scaleup walking tour with Porto Tech Hub”, para mostrar algumas das melhores scaleups; entre as 13h30 e as 19h, serão visitadas algumas indústrias da região e conhecidas as boas práticas de inovação e cooperação entre várias entidades.

3. Dados e Internet das Coisas:

Terça e quarta-feira, o Palácio da Bolsa acolhe o Fiware Global Summit, evento que reúne programadores empresários, decisores políticos e investidores para trocarem pontos de vista sobre a implementação de soluções que envolvem IoT e Open Data para criação de um futuro mais inteligente nas áreas das cidades, indústria e agricultura.

Ainda na área de dados, irá decorrer na quinta-feira, entre as 10h e as 13h, no Palácio da Bolsa, um workshop para resolver problemas com Data Science. Pedro Fonseca, cofundador da James, e Pedro Fonseca, responsável de investigação da Feedzai, serão os oradores.

4. Retenção de talento:

Cada vez mais empresas estão a escolher Portugal para instalarem um centro tecnológico. Como não há assim tantas pessoas qualificadas, é cada vez mais necessário saber reter talento. Na sexta-feira, no Palácio dos Correios, irá decorrer a masterclass “Rewarding Talent”, com o responsável da Index Ventures Dominic Jacquesson.

5. Encontro entre arte e tecnologia:

A semana Start & Scale encerra na sexta-feira com uma festa artística no Maus Hábitos. Neste espaço será possível encontrar artistas e amantes de tecnologia e assistir a várias performances.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Reportagem na fábrica de bicicletas Órbita.
Maria João Gala / Global Imagens )

Sócios da Órbita procuram novo acionista

9_beer cerveja copo

Quebra do mercado chinês penaliza cerveja nacional

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Start & Scale: Cinco sugestões para conhecer os fazedores do Porto