Aceleração

Startup Braga volta a acelerar startups e garante investimento

Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga e da Startup Braga. Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens
Carlos Oliveira, presidente da InvestBraga e da Startup Braga. Fotografia: Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens

A Startup Braga abriu as inscrições para a quinta edição do seu programa de aceleração. A organização liderada por Carlos Oliveira procura startups nas áreas da economia digital, tecnologias médicas e nanotecnologia. Para esta edição, a Startup Braga reserva algumas novidades e garante que vários projetos vão receber investimento no final do programa.

“Vamos ter um bootcamp por semana para que as startups possam continuar fazer o seu trabalho durante o nosso programa, ao contrário do que acontece noutras iniciativas de aceleração”, refere Carlos Oliveira em declarações ao Dinheiro Vivo. Desta forma, as empresas participantes vão ter mais flexibilidade e liberdade para realizar as tarefas.

As inscrições para o 5.º programa de aceleração estão abertas até 30 de novembro. 20 startups serão escolhidas para o primeiro bootcamp, do qual restarão apenas 10 equipas. As 10 sessões vão decorrer entre fevereiro e maio. A 29 de maio, serão apresentadas as ideias a potenciais investidores, no Demo Day.

Nesse dia, a Startup Braga irá anunciar as startups que poderão receber investimento. Ao contrário do que é habitual, não haverá uma só vencedora e um prémio final. Tudo depende da qualidade das ideias. “Iremos recorrer ao nosso fundo de capital de risco, SBS Startup Braga, para investimentos entre 25 mil e 75 mil euros, e que apenas serve para startups acompanhadas por nós”, recorda Carlos Oliveira. Este fundo conta com um milhão de euros para investimento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

(João Silva/ Global Imagens)

Há quase mais 50 mil imóveis de luxo a pagar AIMI

Angela Merkel e Donald Trump. Fotografia: REUTERS/Kevin Lamarque

FMI corta crescimento da Alemanha, mas Espanha ainda compensa

Outros conteúdos GMG
Startup Braga volta a acelerar startups e garante investimento