fazedores

Startup britânica vence Free Electrons

Foto: Sara Matos / Global Imagens
Foto: Sara Matos / Global Imagens

A britânica Ev.energy venceu a edição deste ano do programa de aceleração Free Electrons. A startup recebeu um prémio no valor de 200 mil euros.

A startup britânica Ev.energy, que desenvolveu uma aplicação para smarthphones que controla automaticamente os carregamentos de um veículo elétrico e permite aos condutores reduzirem custos e as emissões de carbono, foi a grande vencedora do programa de aceleração criado por várias elétricas mundiais incluindo a EDP, o Free Electrons.

A aplicação móvel criada pela firma britânica permite também gerir os “carregamentos de veículos nas residências, evitando picos de consumo e tornando a carga e a fatura mais eficientes. O software já está a ser utilizado por uma das marcas de automóveis elétricos líderes do mercado”.

A Ev.energy recebe um prémio monetário de 200 mil euros, de acordo com o comunicado enviado às redações pela EDP. “Para além do prémio financeiro, que ajudará a equipa a acelerar o seu crescimento, todas as startups concordam que a verdadeira recompensa do Free Electrons é poderem desenvolver projetos com 10 das maiores empresas do setor da energia. A EDP desenvolveu pilotos com 9 das 15 startups finalistas que, desta forma, conseguiram ter acesso privilegiado às unidades de negócio da empresa e puderam mostrar as suas soluções inovadoras”.

Ainda durante este programa de aceleração, e entre todas as participantes, foram desenvolvidos 58 projetos-piloto, que vão permitir “às startups fechar negócios com as elétricas. Há também a possibilidade de vir a fechar investimentos com as equipas que participaram no programa”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, durante a inauguração das Escadinhas da Saúde rolantes, ao Martim Moniz. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Crescimento do turismo em 2019 é o mais baixo desde a última crise

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP.
JOÃO RELVAS/LUSA

Bancos ganharam mais de 5,2 milhões por dia

Miguel Maya, presidente executivo do Millennium BCP, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do 1.º trimestre de 2019, Lisboa, 9 de maio de 2019. JOÃO RELVAS/LUSA

BCP vai fazer uma proposta de distribuição de dividendos “muito conservadora”

Startup britânica vence Free Electrons