fazedores

Startup Lisboa e Bright Pixel juntas no apoio a negócios para empresas

À esquerda, Celso Martinho (Bright Pixel); à direita, Miguel Fontes (Startup Lisboa).
À esquerda, Celso Martinho (Bright Pixel); à direita, Miguel Fontes (Startup Lisboa).

Incubadora liderada por Miguel Fontes e laboratório do grupo Sonae assinaram parceria para apoiar startups B2B. Vão partilhar negócios e mentores.

A Startup Lisboa e a Bright Pixel vão apoiar, em conjunto, as startups com negócios virados para empresas (negócios B2B). A parceria entre a incubadora liderada por Miguel Fontes e o laboratório do grupo Sonae, liderado por Celso Martinho, foi assinada esta quarta-feira na sede da Startup Lisboa e vai entrar em vigor em março, durante o evento Pixels Camp.

As duas organizações vão apoiar as startups com negócios B2B nas áreas de retalho, telecomunicações, cibersegurança e ainda novas empresas que apostem em “tecnologias emergentes”, como por exemplo blockchain e inteligência artificial.

Este protocolo será concretizado através da participação, em conjunto, “nos processos de seleção das startups a incubar por parte de cada uma das organizações, assim como na disponibilização de horas de mentoria por parte dos especialistas da Bright Pixel junto das startups incubadas na Startup Lisboa”, refere a nota de imprensa divulgada esta quarta-feira.

“É com enorme satisfação que hoje formalizamos a parceria com a Bright Pixel, um player que se tem vindo a afirmar cada vez mais no nosso ecossistema e com quem temos vindo a trabalhar. Temos a certeza que esta parceria irá trazer enormes benefícios para ambas entidades, e sobretudo para os empreendedores e startups nestas áreas e sectores.”, desta Miguel Fontes, diretor executivo da Startup Lisboa.

“Esta parceria vem oficializar uma relação que a Startup Lisboa e a Bright Pixel já tinham vindo a desenvolver nos últimos tempos. Num ecossistema tão pequeno e novo como o português, mas com muita vontade e ideias de centenas de empreendedores, estas sinergias são muito positivas para o seu desenvolvimento e crescimento. Queremos dar às startups portuguesas as ferramentas que necessitam para prosperarem”, sinaliza Celso Martinho, líder e fundador da Bright Pixel.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Fábio Poço/Global Imagens)

Alojamento Local. Há 11 desistências por dia desde que nova lei entrou em vigor

Fotografia: Regis Duvignau / Reuters

Clandestinidade preocupa sindicato da construção

Fotografia: REUTERS/Juan Medina

Extensão do prazo da OPA ao Dia faz parar operações de venda do grupo

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Startup Lisboa e Bright Pixel juntas no apoio a negócios para empresas