Startup Lovys fecha ronda de 17 milhões de euros

A startup com ADN português e que opera no ramo dos seguros fechou uma ronda de série A no valor de 17 milhões de euros.

A startup Lovys, fundada por um português e que está sedeada em França, fechou uma ronda de investimento de 17 milhões de euros. Esta operação de série A contou com a participação de investidores que já tinha apostado na empresa de seguros, como a sociedade pública de capital de risco Portugal Ventures e a MAIF Avenir, e como novos investidores como os fundos Heartcore, NewAlpha, Raise Ventures, segundo o comunicado da startup.

Depois de 2019 ter captado, numa ronda seed de 3,3 milhões de euros, a empresa liderada por João Cardoso quer canalizar o investimento agora angariado para expandir o leque de mercados europeus em que opera "e fazer crescer os mais de 20.000 clientes, continuando fiel à sua visão de 'uma só subscrição para todos os seguros'".

"A Lovys atua no mercado francês e pretende expandir a sua carteira de produtos ficando em linha com os novos modos de vida, sendo que considera que o seu conceito responde a uma necessidade global", sublinha a startup em comunicado.

Ao Dinheiro Vivo, em outubro do ano passado, João Cardoso, fundador e CEO da Lovys, dizia que "a Lovys é uma empresa com ADN português: apesar de contar com mais de dez nacionalidades nos seus quadros, a portuguesa é a mais representada nos 55 colaboradores. Sempre vimos Portugal não apenas como um mercado, mas como um centro de talento, competências e tecnologia no qual assenta a nossa organização".

A startup nasceu em 2017 e quando a fundou o mundo dos seguros não era desconhecido para João Cardoso. Os seguros, tal como a banca, são uma área de negócio que continua a ser algo conservadora. Se é verdade que a maioria dos bancos e seguradoras já estão na Internet e nas redes sociais, não é menos verdade que as soluções que oferecem online são basicamente a mesmas que ao balcão. E é aí que a entra a Lovys, ao aplicar o mesmo modelo de negócio que as plataformas de streaming de filmes e séries: uma subscrição mensal, mas de seguros, que pode ser cancelada a qualquer momento, e que também permite concentrar todas as apólices numa só mensalidade.

A Lovys, nestes três anos, desenvolveu quatro produtos - casa, carro, smartphone e cães & gatos. No final do ano passado, lançara um polo tecnológico em Leiria. Na altura, o fazendor explicava ao Dinheiro Vivo que a aposta naquela cidade ocorreu devido a "uma primeira boa experiência na cidade, com a criação de um pequeno escritório, que será transformado em hub". "É impressionante a qualidade e quantidade de quadros em áreas tecnológicas no centro de país. E Leiria, pela sua localização e ecossistema de inovação, tem uma vantagem competitiva bastante significativa", acrescenta.

A captação desta ronda, sublinha agora o CEO da empresa, é "o resultado de um trabalho incansável de toda a equipa. Conseguimos demonstrar um enorme crescimento, principalmente no último terço do ano, onde duplicámos a nossa base de clientes. Estamos empenhados em oferecer uma experiência única em seguros e com um posicionamento radicalmente diferente: sermos a primeira subscrição digital e flexível para vários seguros em simultâneo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de