Startup Portugal encomenda estudo sobre "dinâmicas empreendedoras"

Contrato por ajuste direto tem custo de 50 mil euros. Estudo tem de estar pronto até final de maio

O Governo vai contar com um estudo sobre o ecossistema empreendedor português. A Startup Portugal, liderada por Simon Schaefer, encomendou um estudo, através de ajusto direto, à Sociedade Portuguesa de Inovação (SPI). O documento terá de ser elaborado no prazo de 120 dias, ou seja, terá de estar pronto até ao final de maio, de acordo com informação publicada esta sexta-feira no portal Base.

"Aquisição de serviços para o estudo de avaliação sobre as dinâmicas empreendedoras em Portugal", assim é descrito este contrato entre a Startup Portugal e a SPI.

O custo deste contrato é de 50 mil euros, "acrescidos de IVA à taxa legal em vigor". O documento foi assinado em 30 de janeiro de 2017 e a proposta da SPI foi considerada como a "economicamente mais vantajosa".

A Startup Portugal é a empresa que executa a estratégia de empreendedorismo para Portugal e que foi apresentada em junho de 2016. A bolsa de apoio Startup Voucher, o vale de incubação e o programa Semente são três das medidas que integram este plano.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de