Fazedores

Startup Visa. Candidataram-se 800 empresas de 83 países

Startup Visa (DR)
Startup Visa (DR)

No Lisbon Investment Summit, João Torres, Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, atualizou os números do Startup Visa e do Tech Visa.

Já se candidataram ao programa do Governo Startup Visa cerca de 800 empresas de 83 países. Os números foram avançados esta manhã por João Torres, Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, no arranque do Lisbon Investment Summit, na Cordoaria Nacional, em Lisboa.

O governante avançou também que, em relação ao Tech Visa, já foram 90 as empresas certificadas pelo IAMPEI, tendo sido autorizados, no âmbito da iniciativa, 140 vistos de residência.

O Tech Visa, que promove a captação de talento extra comunitário, foi lançado em janeiro para empresas da área tecnológica. O governo decidiu depois alargar a medida a todos os setores.

Por sua vez, o Startup Visa foi inicialmente apresentado na Web Summit de 2017 e consiste na atribuição de um vista de residência para os fundadores de startups, de fora da União Europeia, que queiram vir para Portugal desenvolver os seus negócios.

Para além dos números do Startup Visa e do Tech Visa, João Torres indicou também que as missões de internacionalização do Governo – que tem levado várias startups a feiras de negócios no estrangeiro, – já ajudaram 80 empresas e 130 empreendedores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa, 04 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Governo vê economia a crescer 4,3% em 2021 e desemprego nos 8,7%

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a conferência de imprensa após a reunião extraordinária da Comissão Permanente de Concertação Social por video-chamada, no Ministério da Economia, em Lisboa, 16 de março de 2020. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Segunda fase do lay-off custa mais de 700 milhões de euros

Jorge Rocha de Matos, presidente da Fundação AIP. Foto: direitos reservados

Rocha de Matos: IVA devia ser de 6% em todos os eventos para ajudar o turismo

Startup Visa. Candidataram-se 800 empresas de 83 países