fazedores

Startups portuguesas angariaram 485 milhões de euros em investimento em 2018

Lisbon Investment Summit 2019
Lisbon Investment Summit 2019

No ano passado, 152 startups receberam financiamento de capitais de risco.

No ano passado, foram feitos 152 investimentos por empresas de capitais de risco em startups portuguesas. No total foram injetados 485 milhões de euros, sendo que a média de financiamento rondou os 3,2 milhões. Os investimentos em fase inicial (seed) representaram 83% dos negócios.

Os números foram apresentados esta quinta-feira, no Lisbon Investment Summit, por Pedro Falcão. O Managing Partner da LC Ventures apresentou um relatório sobre o mercado de investimento em Portugal, explicando que os números de 2018 foram muito inflacionados pelos investimentos nos dois mais recentes unicórnios portugueses: a Outsystems, que angariou no ano passado 360 milhões de dólares, e a Talkdesk, que conseguiu 100 milhões.

“Acredito que nos próximos anos Portugal tenha mais unicórnios. Talvez a Feedzai seja o próximo,” disse o responsável. Retirando as duas empresas – Outsystems e Talkdesk, – o valor do investimento total em 2018 baixa para 90 milhões de euros e a média por financiamento fica em 600 mil euros.

Até agora, em 2019, o financiamento já vai em 54 milhões, liderado pela ronda da 360 imprimir. A startup de serviços de impressão arrecadou recentemente 18 milhões de euros, que foram cofinanciados pelo programa 200M do Governo. Este ano, já se contabilizam 74 investimentos, sendo que cada startup recebe em média 700 mil euros. As empresas em fase inicial continuam a obter a grande maioria dos financiamentos.

Atualização a 11 de junho: valor levantado pela Outsystems e Talkdesk foi em dólares e não euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Lisboa-19/12/2019  - Conferencia de Antonio Mexia ,CEO da EDP. 
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

Chinesa CTG vende 1,8% da EDP

A ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva (C), acompanhada pelo secretário de Estado Adjunto, do Trabalho e da Formação Profissional, Miguel Cabrita(D) e pela secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdadepela (D), Rosa Monteiro, durante a reunião da Comissão Permanente de Concertação Social, em Lisboa, 26 de fevereiro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo propõe licença parental paga até um ano no trabalho em part-time

O ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Novo Banco: Estado como acionista só dilui posição do Fundo de Resolução

Startups portuguesas angariaram 485 milhões de euros em investimento em 2018