call centers

Talkdesk usa inteligência artificial para ajudar clientes em tempo real

Talkdesk dedica-se ao software de call centers. Fotografia: DR
Talkdesk dedica-se ao software de call centers. Fotografia: DR

Empresa tem um conjunto de novos produtos para lançar. O primeiro chama-se Context Mobile e quer ajudar o cliente ainda antes de este pedir ajuda.

A Talkdesk apresentou recentemente um novo produto capaz de revolucionar a indústria dos call centers. Trata-se de um software que recorre à inteligência artificial para ser capaz de ajudar o cliente a resolver certos problemas sem ter de esperar por ser atendido por um agente da empresa.

Chama-se Context Mobile e faz parte do Talkdesk Context, um conjunto de produtos que a Talkdesk (especializada no desenvolvimento de software para call centers baseados em cloud) criou para agilizar a comunicação entre a empresa e os seus clientes.

Esta ferramenta, diz a firma em comunicado, dá ao agente do call center “um conhecimento ‘ao minuto’ da atividade do consumidor nas aplicações, permitindo-lhes assim entenderem e solucionarem, de forma mais rápida, os problemas colocados”.

Contudo, esta solução não é apenas útil à empresa, pelo contrário. Ela “dirige-se ao consumidor moderno, que procura solucionar sozinho os seus problemas/questões antes de pedir apoio a um agente”.

No Road Show da Talkdesk em Nova Iorque, onde a ideia foi apresentada, ficou também esclarecido que “ao proporcionar esta informação ao agente, em tempo real, o Context Mobile reduz drasticamente o tempo de chamada, uma vez que foi eliminada a necessidade de confirmação de identidade e de explicação das necessidade”.

O CEO da Talkdesk, Tiago Paiva, lembra “os contact centers não sofreram qualquer disrupção durante demasiado tempo” e que o Context Mobile é, por isso, “a oportunidade que as empresas têm de recorrer à Inteligência Artificial para proporcionarem aos consumidores modernos o tipo de experiências que estes procuram”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Pestana-Casino-Park

Grupo Pestana investe 50 milhões para construir “hotel sustentável” no Algarve

Foto: JOOST DE RAEYMAEKER/LUSA

Angola: João Lourenço “esquece” Portugal na lista de países importantes

Fotografia: Direitos Reservados

Uma nova aliança Portugal-Angola?

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Talkdesk usa inteligência artificial para ajudar clientes em tempo real