Web Summit - DV Media Partner

Terceiro dia de Web Summit. Acompanhe minuto a minuto

Portas voltam a abrir para acolher startups e tecnológicas e muitas talks sobre o futuro.

O Parque das Nações em Lisboa volta hoje a receber milhares de visitantes. Web Summit arranca para o terceiro dia (o segundo de exposições). E, arriscamo-nos a prever, ficará marcada pelo resultado das eleições norte-americanas que culminaram na eleição de Donald Trump.

Além de acompanhar em direto, conheça também todos os espaços da Web Summit com o Dinheiro Vivo. Pode ainda recordar como correu a sessão de abertura. O Dinheiro Vivo também está em direto na Web Summit com vídeos que pode encontrar na nossa página do Facebook. Anda à procura de conteúdos específicos? Aqui encontra todas as notícias da Web Summit.

Ficamos por aqui, até amanhã

Depois de um dia recheado de negócios entre empresas e investidores, a Web Summit despede-se por hoje. Regressamos amanhã para acompanhar o último dia da maior feira de empreendedorismo e tecnologia.

Obrigado por nos ter acompanhado.

Dinheiro Vivo Live. Saiba o que vai acontecer no último dia da Web Summit

Veja os nossos destaques para o último dia da cimeira que Portugal acolheu este ano.

Saiba tudo aqui.

Tinder tem 2 mil pessoas e está a crescer

Lançada em 2012, a Tinder já conta com uma equipa de 2 mil pessoas e continuar a crescer, lembrou Sean Rad, CEO e co-fundador.

“Grande parte do crescimento é na área da engenharia, porque há mesmo muita coisa para fazer. Temos uma grande equipa, com 2 mil pessoas, e sabemos que estamos a crescer. É uma empresa muito madura. Tenho crescido com eles”, lembrou Rad durante a apresentação no palco principal da Web Summit.

Seis números sobre o Tinder

Lançada há quatro anos, a aplicação para encontros Tinder já tem alguns dados relevantes e que foram exibidos durante a apresentação de Sean Rad, co-fundador e CEO. Deixamos-lhe aqui sete números:

  • 80% procura relações a longo prazo;
  • 85% dos utilizadores são millennials;
  • 100 milhões de downloads feitos;
  • 1,4 mil milhões de swipes diários (que podem gerar ou não um match);
  • 11 mil milhões de match;
  • 1 milhão de encontros por semana.

 

A cura do cancro sem ser por radio ou quimioterapia

“A tecnologia não é nossa, mas nós queremos trazê-la para cá, para Portugal. Estamos à procura de investidores para abrir o primeiro laboratório”, explica Fabio Harting, da GenMed.care, um dos projetos portugueses em exibição na Web Summit.

A tecnologia que Fábio fala permite que o corpo identifique exatamente quais são as células cancerigenas e quais são as saudáveis. “O problema da rádio e da quimioterapia é que são tratamentos que matam tudo, o bom e o mau. Com esta tecnologia, conseguimos incidir apenas no que interessa. A taxa de sucesso é de 50%.”

Sean Rad: “Norte-americanos têm de apoiar candidato vencedor”

Sean Rad, co-fundador e CEO do Tinder, comentou o resultado das eleições norte-americanas e considera que os norte-americanos, agora, “têm de apoiar o candidato vencedor”, que, no caso, foi Donald Trump.

O CEO lembra que o mais importante nesta altura “é que os norte-americanos vivem numa grande democracia e escolheram o candidato que quiseram”.

Bilhetes de 300 euros esgotados… para 2017

A organização da Web Summit informou hoje que os bilhetes colocados à venda por 300 euros para a edição do próximo ano do evento esgotaram esta manhã.

“Depois de uma avalanche de pedidos daqueles que não conseguiram bilhete, decidimos lançar mais 300 bilhetes a 300 euros às 16 horas” informou a organização num email enviado aos participantes.

A edição de 2017 da Web Summit também decorrerá em Lisboa.

Malas de luxo e a startup que foi lançada na Web Summit

A Uncloset é uma plataforma de aluguer de malas de luxo. “Basicamente a pessoa paga uma mensalidade e tem direito a escolher uma ou mais malas”, explica Rui Rapazote, um dos fundadores do projeto.

A startup acaba de ser lançada. “Sim, lançámos agora. Durante a Web Summit.” O mercado onde pretendem atuar é o do Reino Unido. “É o nosso mercado preferencial. É mais acessível que o dos Estados Unidos porque não se pagam taxas alfandegárias. Vamos ver como ficam as coisas depois do Brexit.”

WS

António Costa visita Web Summit

O primeiro-ministro, António Costa, está a visitar a Web Summit na companhia de João Vasconcelos, secretário de Estado da Indústria. Isto está a decorrer depois de o chefe de Governo ter tido uma reunião com investidores.

António Costa foi ainda questionado sobre a disponibilidade dos transportes na capital, mas acabou por não responder às perguntas dos jornalistas que estão a acompanhar esta visita.

Em quem está a pensar? Deixe essa pessoa saber!

“Isto surgiu porque eu me fartava de trabalhar e não via a minha família. A minha mulher quis saber porque é que eu nem sequer mandava uma mensagem, só que eu não sou pessoa de mensagens”, explica Diogo Melo, um dos fundadores da Thoughts Feels Good, uma plataforma em que pode informar uma pessoa que está a pensar nela. “Como se enviasse uma energia, sem precisar de escrever nada. Só a indicar: olha, estou a pensar em ti!”

A startup portuguesa esteve esta manhã a fazer a sua apresentação para a competição PITCH. “Eu acho que correu mal, mas quem estava a assistir disse que até foi bom. É terrível. Temos tudo na cabeça, mas assim que entramos em palco esquecemo-nos imediatamente.”

Opening Bell do Nasdaq no Meo Arena em dia de agitação nas bolsas

O índice tecnológico da bolsa de Nova Iorque fez hoje a simbólica cerimónia de abertura no palco central da Web Summit.

É a quarta vez que o evento recebe o Opening Bell, o toque do sino que marca o início da negociação dos mercados.

A cerimónia foi transmitida em direto para Nova Iorque. O público vaiou a entrada dos EUA em direto no Meo Arena.

  • Foi Paddy Cosgrave quem tocou o sino.15007838_10210314279962384_383294311_o

Quem ganha com Trump? Saúde e seguros

O presidente do índice Nasdaq afirma que a curto prazo, a vitória de Trump poderá trazer benefícios ao setor financeiro, às companhias de seguros e à indústria dos cuidados de saúde.

“Gostava de manter-me otimista. Trump foi eleito enquanto presidente e não enquanto ditador” afirma Bob Greifeld no palco principal do Meo Arena.

CEO of Nasdaq Bob Greifeld during the third day of the Web Summit in Lisbon, Portugal, 09 November 2016. Web Summit has become Europe's largest and most important technology marketplace and runs until 10th of November in Lisbon. ANDRE KOSTERS/LUSA

ANDRE KOSTERS/LUSA

“Em 2050 vamos viver em paz com os extraterrestres”

O entusiasmo de Naveen Jain é contagiante. “Daqui a 30 anos vamos estar nas luas de Júpiter e de Saturno. Vamos encontrar extraterrestres e viver todos juntos e em paz. Vamos criar colónias na lua e vão lá nascer crianças”. A plateia delira.

Mike Massimino acredita que em breve “vamos ter pessoas normais no espaço a fazer turismo”.

Lisboa, 08/11/16 - Decorre hoje o terceiro dia de Web Summit 2016, no Parque das Nações. Conferência "Space won´t be the final frontier", Naveen Jain. (Sara Matos / Global Imagens)

Sara Matos / Global Imagens

 

Passar o fim de semana na lua? Vai ser possível

Foi certamente uma das conferências mais animadas do palco principal da Web Summit. O astronauta Mike Massimino e o fundador do projeto Moon Express discutiram os limites, ou a falta de limites, da exploração espacial.

Mike Massimino recordou as duas idas ao espaço no Space Shuttle. “Antes do lançamento estava muito assustado. A nave parecia um monstro vivo e eu pensei que talvez não tivesse sido uma boa ideia. Mas ver o planeta de cima é extraordinário. Se existir o paraíso, terá aquela vista”.

Naveen Jain, fundador do Moon Express, a empresa que este ano ganhou a primeira concessão privada para explorar a lua, entusiasmou a plateia. “Estamos a viver a era mais fascinante de toda a humanidade. Em dez anos a forma de vida dos humanos vai mudar totalmente”.

“Acredito que dentro de 15 anos vamos conseguir colocar pessoas na lua. E que será possível ir lá passar o fim de semana por alguns milhares de dólares” sublinhou Jain.

epa05624234 Former NASA astronaut Mike Massimino (C) accompanied by the founder of Moon Express and Viome Naveen Jain (L) during the third day of the Web Summit in Lisbon, Portugal, 09 November 2016. The Web Summit runs from 07 until 10 November 2016.  EPA/ANDRE KOSTERS

EPA/ANDRE KOSTERS

The Astronaut Mike Massimino during the third day of the Web Summit in Lisbon, Portugal, 09 November 2016. Web Summit has become Europe's largest and most important technology marketplace and runs until 10th of November in Lisbon. ANDRE KOSTERS/LUSA

ANDRE KOSTERS/LUSA

 

FT. “Pensar que não pensamos na experiência do utilizador é extremamente condescendente”

“Pensar que não pensamos na experiência de utilizador é extremamente condescendente”, atirou Cait O’Riordan, Chief Product and Information Officer do Financial Times, para cima da mesa em que se debatia World War Media, na Web Summit. O alvo? Till Faida, CEO do Adblock Plus.

O Adblock Plus, que basicamente permite que os utilizadores bloqueiem os anúncios quando acedem aos conteúdos digitais, é o novo desafio que os media estão a enfrentar, num momento em que um número crescente de leitores acede via online.

Leia mais aqui.

 

Conduzir ou deixar-se guiar? A escolha está prestes a chegar

Daqui a alguns anos será possível escolher o que fazer com o seu carro? Com a chegada dos carros autónomos, o condutor poderá decidir se quer conduzir o veículo, por puro prazer, ou se quer deixar-se guiar, sobretudo no meio do trânsito. Esta é a possibilidade que a BMW vai começar a oferecer em 2021 aos seus clientes.

Elmar Frickenstein, vice-presidente da BMW, lembrou: “No tráfego, por exemplo, podemos deixar o carro conduzir-se e passar o tempo a fazer chamadas ou a preparar o seu dia de trabalho. Em estrada aberta, o cliente pode conduzir e poderá contar com os sensores para o alertarem para os perigos na estrada.”

epa05624230 Senior Vice President of Fully Automated Driving BMW Group Elmar Frickenstein during the third day of the Web Summit in Lisbon, Portugal, 09 November 2016. The Web Summit runs from 07 until 10 November 2016.  EPA/ANDRE KOSTERS

EPA/ANDRE KOSTERS

Eleições norte-americanas. Web Summit procupada? Nem por isso!

No arranque do terceiro dia da Web Summit, o resultado das eleições norte-americanas foi um dos temas dominantes nos vários espaços da cimeira tecnológica.

Nos palcos, foram poucos os oradores que não mencionaram o assunto. Contudo, na zona de exposições, a maioria das pessoas com quem o Dinheiro Vivo falou mostrou-se despreocupada. “O Trump ganhou e depois? Para quê estar a entrar em pânico”, questiona Diogo Melo, fundador da startup portuguesa Thoughts Feels Good.

Leia mais sobre este assunto aqui.

BMW: “Vamos ter condução completamente autónoma em 2021”

A BMW garante que os novos carros vendidos em 2021 serão totalmente autónomos. A afirmação é de Elmar Frickenstein, responsável pelo departamento de condução autónoma da marca alemã.

” Vamos ter condução completamente autónoma em 2021. Poderemos reduzir o tráfego, as emissões, os acidentes e proporcionar mais tempo livre para os nossos clientes”, prevê Frickenstein.

“Apeteceu-me chorar hoje de manhã”

A vitória de Donald Trump foi recebida com cautela e desânimo na Web Summit. Owen Jones, do jornal The Guardian, descreveu a o resultado da eleição como “a maior calamidade que aconteceu no mundo ocidental desde a última grande guerra”.

A vitória do candidato “racista e supremacista”, nas palavras do repórter, aconteceu porque “as pessoas estão zangadas com o sistema”. Shailene Woodley corroborou, afirmando que conhece “muitos democratas que votaram em Trump”.

Para a atriz, a omnipresença de Trump nos meios de comunicação contribuiu em grande medida para o resultado das eleições. “Ele estava sempre em todo o lado”.

Bradley Tusk reconheceu que teve “vontade de chorar esta manhã”, mas afirmou compreender o resultado da votação devido à “fúria” de grande parte da população dos EUA. “E além disso, Trump não é estúpido” sublinhou o CEO da Tusk Holdings.

Os oradores concluíram que a eleição de Trump poderá ter o efeito de “unir os norte-americanos por uma causa ao fim de muito tempo”.

“Será uma ótima oportunidade para as pessoas perceberem que temos muito trabalho a fazer. Não podemos deixar que o medo tome conta de nós e conta do progresso” sublinhou Shailene Woodley.

World war media: a conferência onde se discute como é que os media podem sobreviver nos dias de hoje

Patrícia Mamona: “Tecnologia é importante para melhorar detalhes”

Patrícia Mamona foi uma das oradoras no debate sobre a transição entre o amadorismo e a profissionalismo. Processo em que a tecnologia é cada vez mais importante. Para a atleta do triplo salto portuguesa a tecnologia “é importante para melhorar determinados detalhes”.

A portuguesa deu mesmo o exemplo de uma aplicação que permite analisar os saltos. “Permite verificar quão rápida estou a fazer as coisas. O nosso treino tem muita componente mecânica.”

“Os EUA não querem saber do que o resto do mundo pensa”

“Choque”, “embaraço” e “calamidade” foram as palavras utilizadas pelos oradores do painel que discutiu a eleição de Donald Trump para a Casa Branca.

Shailene Woodley, atriz e ativista norte-americana, mais conhecida pela série de filmes “Divergente”, conclui que a eleição do candidato Republicano aconteceu porque os americanos “estão fartos do sistema bipartidário”. Segundo a atriz, “não houve assim tanta gente a votar em Trump, a questão é que a maior parte das pessoas nem sequer votou”.

Questionado sobre a imagem que os EUA estão a passar para o mundo com esta eleição, Bradley Tusk, CEO da Tusk Holdings, sublinhou que “90% dos norte-americanos não quer saber do que o resto do mundo pensa. Vocês simplesmente não existem para os EUA”.

20161109_111053

 

Veja o que se está a passar na Web Summit em realidade aumentada com o Dinheiro Vivo

websummit

Veja todos os vídeos aqui

 

Donald Trump é presidente dos EUA. E agora?

É o tema do dia também aqui na Web Summit. No palco principal do Meo Arena estão a atriz e ativista norte-americana Shailene Woodley, o fundador e CEO da Tusk Holdings, Bradley Tusk, Owen Jones do jornal britânico The Guardian e David Patrikarakos do Daily Beast.

Vão discutir o papel do novo presidente dos EUA no mundo digital.

“Não temos que nos preocupar. Estamos a trabalhar por um mundo melhor”

É incontornável um comentário de Paddy Cosgrave aos resultados das eleições norte-americanas. O co-fundador e CEO da Web Summit garante: “Não temos que nos preocupar. Estamos a trabalhar por um mundo melhor”.

Depois destas palavras, os milhares de participantes no Meo Arena acenderam as luzes ao mesmo tempo para este sinal de esperança.

Assista ao Centre Stage do MEO Arena, em direto

Acompanhe em direto, tudo o que se está a passar no Palco Principal da Web Summit.

Veja aqui.

Perdeu a palavra-passe? Facebook fala com os amigos mais próximos

O Facebook quer diminuir os riscos associados à perda da palavra-passe na rede social. Para isso está a testar uma ferramenta em que o utilizador seleciona três amigos mais próximos e de confiança que serão contactados caso perca o código.

Alex Stamos, responsável de segurança do Facebook, lembra que o envio de emails para recuperar códigos não funciona porque esta conta é habitualmente atacada em caso de roubo.

Facebook luta contra mercado negro de palavras-passe

O Facebook realizou mil milhões de testes a palavras-passe à venda no mercado negro. Para Alex Stamos, responsável de segurança da rede social, esta é uma das prioridades atuais e permite prevenir ataques dos utilizadores.

Paddy Cosgrave à espera

Paddy Cosgrave já está pronto para o terceiro dia da Web Summit. A primeira apresentação arranca no Meo Arena às 10h15, com Alex Stamos, responsável de segurança do Facebook.

15033548_10206785125259144_1846925670_n

Bom dia, já estamos no Parque das Nações

O terceiro dia de Web Summit está prestes a arrancar. O dia começa com pitches para apresentação de ideias de negócio que terão lugar em três espaços diferentes. Às 10h45 espera-se forte afluência ao Centre Stage onde se irá debater a eleição de Donald Trump.

Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, fala perante a II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. TIAGO PETINGA/LUSA

Constâncio: Risco para a estabilidade no crédito a Berardo era “problema da CGD”

Outros conteúdos GMG
Comentários
Terceiro dia de Web Summit. Acompanhe minuto a minuto