Saúde

Tonic App. Tecnologia do Porto recebe 100 mil da Portugal Ventures

(DR)
(DR)

O investimento na aplicação que liga profissionais de saúde poderá aumentar mediante o cumprimento de objetivos.

É o segundo investimento em 2017 da sociedade de capitais de risco estatal num projeto na área da saúde. Depois da BSIM2, a Portugal Ventures passou a integrar na sua carteira de investimentos a Tonic App, uma aplicação móvel com tecnologia que aproxima médicos e hospitais.

A startup portuguesa sediada no Porto receberá um primeiro financiamento de 100 mil euros, que poderá ser estendido caso sejam cumpridos os objetivos estabelecidos entre as partes. Com esta parceria, a Portugal Ventures reforça a sua aposta na área das ciências da vida.

“Estima-se que em 2017 o mobile health market atinja receitas na ordem dos 24,2 mil milhões de dólares a nível mundial. De referir que os principais concorrentes estão concentrados no mercado americano, o que faz com que o investimento na Tonic App venha suprir uma falha no mercado europeu”, explicou em comunicado Celso Guedes de Carvalho, CEO da Portugal Ventures.

Para além da Tonic App, a capital de risco do Estado tem participações ainda em 18 outras empresas no mesmo ramo.

Fundada em abril de 2016, a equipa da Tonic App SA tem-se concentrado em desenvolver uma aplicação que foi feita “de médicos para médicos”, pode ler-se no site. A app está em fase beta e pretende-se que facilita a troca de informação entre profissionais de saúde e que centraliza conteúdos que se encontravam dispersos numa única plataforma.

“A equipa da Tonic App tem as competências necessárias para fazer do projeto um sucesso. Tem know-how médico, tecnológico, financeiro e de business intelligence. Estes aspetos são determinantes, sobretudo no mercado Europeu, dadas as diferenças existentes entre os vários países, nomeadamente quanto à regulação no setor da Saúde”, acredita Daniela Seixas, CEO da Tonic App.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Tonic App. Tecnologia do Porto recebe 100 mil da Portugal Ventures