Turismo quer participantes da Web Summit a regressar a Portugal

Web Summit. A Secretaria de Estado do Turismo e o Turismo de Portugal têm eventos paralelos à cimeira a mostrar o melhor do país

O rio Tejo vai servir de pano de fundo aos eventos que estão marcados para os finais de tarde de terça e quarta-feira, dias 8 e 9 de novembro. ; Quando terminarem as apresentações principais da Web Summit, a Secretaria de Estado do Turismo e o Turismo de Portugal tomam conta da agenda e a ação passa para o Pavilhão de Portugal. “Vamos ter a Sunset Summit, os nossos finais de dia, pores-do-sol no Pavilhão de Portugal, a partir das quatro da tarde. O objetivo é dar a conhecer, num ambiente descontraído, a oferta portuguesa, desde a gastronomia à cultura. No fundo, aquilo que Portugal tem para cativar as pessoas para ficarem com vontade de cá voltar”, explica ao Dinheiro Vivo Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo.

Contudo, o primeiro evento desta iniciativa acontece já no domingo, dia 6, e bem longe do Parque das Nações. Às cinco da tarde, com a presença do primeiro-ministro António Costa, será inaugurado o Galo Pop de Joana Vasconcelos, no cais da Ribeira das Naus, em Lisboa. “O galo de Barcelos é um ícone da nossa cultura e durante muitos anos foi o cabeça de cartaz da promoção de Portugal. A peça de arte pública da Joana Vasconcelos utiliza azulejos portugueses, mas associa uma componente tecnológica porque o galo à noite fica todo iluminado com leds. Simboliza que Portugal hoje é um país autêntico, tradicional, mas cheio de inovação e tecnologia”, conta a secretária de Estado do Turismo.

Durante a cimeira, o foco de atenção passa para o Pavilhão de Portugal, onde as várias regiões turísticas terão expositores para mostrarem os seus produtos e a todos os portadores de um bilhete para a Web Summit. A programação passará por mostras de produtos regionais, projeções multimédia, música e artesanato.

Mas quem não vai participar na cimeira não tem obrigatoriamente que ficar de fora. Debaixo da pala do Pavilhão haverá uma área lounge e eventos gratuitos. Para começar, as apresentações mais importantes da Web Summit serão transmitidas em direto. “Queremos dar a oportunidade ao público em geral de também experienciar e viver um bocadinho o Web Summit em Portugal”, justifica Ana Mendes Godinho.

Leia aqui: Web Summit: Roteiro fora de horas para o evento do ano

Concertos e vídeo mappings farão também parte da programação acessível a todos. Ao longo da tarde será possível assistir a espetáculos multimédia com mistura de imagens, sons e música e ainda a atuações de reconhecidos artistas portugueses, tal como Viviane, Noiserv, Júlio Resende e Gisela João, que atuarão em vários palcos distintos.

Uma das surpresas mais aguardadas é o sorteio de uma viagem a Portugal. O vencedor poderá regressar ao país em 2017, com o voo e a estadia durante duas noites num hotel de quatro ou cinco estrelas pagos. Para se habilitarem ao prémio, os participantes terão de partilhar fotografias no Twitter e no micro site criado pelo Turismo de Portugal especialmente para a ocasião, utilizando as hashtags #IllBeBackPortugal e #websummit2016.

No fundo, toda a iniciativa estatal tem como objetivo estimular os visitantes da conferência de tecnologia a irem conhecer melhor o país anfitrião. “Nós quisemos aproveitar o momento de visibilidade de termos cá 5o mil pessoas na Web Summit para lhes mostrar Portugal e para lhes criar a vontade de voltarem ao país no futuro”, conclui a Secretária de Estado Turismo, Ana Mendes Godinho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de