financiamento

Unbabel recebe 23 milhões de dólares de financiamento

A equipa da Unbabel
A equipa da Unbabel

Empresa liderada por Vasco Pedro vai usar este montante para a expansão internacional e desenvolvimento de produto

A Unbabel, startup portuguesa especialista em sistemas de tradução com recurso a inteligência artificial, fechou uma ronda de financiamento de 23 milhões de dólares (19,3 milhões de euros) em série B. A empresa liderada por Vasco Pedro vai usar este montante para a expansão internacional e desenvolvimento de produto.

“Começámos esta empresa com a ambição de alcançar os 70% de utilizadores da internet que não falam inglês, nem mesmo como segunda língua. No entanto, a procura das marcas globais por uma solução que lhes permita dar apoio aos seus clientes na sua língua nativa cresceu tão rapidamente que a Unbabel precisa agora de dar este passo de crescimento para ser capaz de atendê-las”, afirma Vasco Pedro, CEO da Unbabel, em nota enviada às redações esta quinta-feira.

A série B de investimento contou com investidores como a Scale Venture Partners, a Notion, a Microsoft Ventures, a Salesforce Ventures, a Samsung Next, mas também a Caixa Capital e a Funders Club.

Fundada em 2013, a Unbabel conta com clientes em áreas como o turismo, retalho e empresas online. Buzzfeed, Easyjet, Booking.com e SoundCloud são algumas das marcas que já usam o sistema de tradução automática que recorre à inteligência artificial à revisão por humanos.

Antes desta série B, a Unbabel já tinha obtido 8 milhões de dólares em operações de financiamento anteriores, de acordo com a base de dados Crunchbase.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Mário Centeno


TIAGO PETINGA/LUSA

Centeno defende repensar das regras da dívida e do défice na UE

Unbabel recebe 23 milhões de dólares de financiamento