startups

Portuguesa Uniplaces levanta mais 22 milhões de euros em financiamento

Startup portuguesa quer continuar a investir no desenvolvimento do produto, na consolidação da presença nos mercados em que já opera e na aposta em novos mercados

Vinte e dois milhões de euros de investimento. Leu bem. A Uniplaces anunciou esta tarde ter conseguido fechar nova ronda de investimento, tornando-se a startup portuguesa com a maior operação de Séries A (para empresas em fase de financiamento seed ou early stage).

O anúncio foi feito esta tarde, em Dublin, num evento à margem da Web Summit, que decorre na cidade irlandesa até quinta-feira. Este financiamento seguiu-se a uma ronda inicial de 3,5 milhões de dólares, da Octopus Investments, em Outubro de 2014, colocando o investimento total na empresa, até agora, perto dos 30 milhões de dólares [em dezembro do ano passado, em entrevista ao Dinheiro Vivo, Miguel Santo Amaro dizia acreditar que a empresa podia valer 100 milhões. Leia aqui a entrevista].

A plataforma online de alojamento para estudantes universitários passa agora a integrar mais um investidor: a Atomico, fundo criado em 2006 port Niklas Zennstrom, co-fundador e CEO do Skype, que já apoiou mais de meia centena de empresas tecnológicas pelo mundo inteiro. Os 22 milhões de euros (cerca de 24 milhões de dólares) serão usados “para tornar Uniplaces na marca global de maior confiança para estudantes universitários”, explicou a empresa.

O nosso objetivo tem sido transformar um processo extremamente difícil, antiquado e burocrático, num processo online simples, seguro e moderno”, explica Miguel Santo Amaro, co-fundador da Uniplaces.

Criada em 2012 por Miguel Amaro, Ben Grech e Mariano Kostelec, três ex-colegas universitários, a Uniplaces consegue, com esta ronda, reforçar o investimento das portuguesas Caixa Capital e Shilling Capital Partners e da internacional Octupus Ventures. Entre os business angels que apoiaram esta nova ronda destacam-se dois portugueses, Henrique de Castro (ex-COO da Yahoo) e António Murta, fundador do fundo Pathena, e ainda nomes do empreendedorismo europeu como os fundadores do King.com, Sebastian Siemiatkowski (co-fundador e CEO da Klarna), Ilkka Paananen (Supercell), os fundadores da Trivago, Richard Chen, Siraj Khaliq (The Climate Corporation), e Jason Goodman (fundador e CEO da Albion).

Stephan Morais, membro do conselho de administração da Caixa Capital e um dos principais investidores portugueses, sublinha a importância do investimento: “A Uniplaces é mais um excelente exemplo de que inovação está a decorrer por todo o mundo. (…) acreditamos que a empresa se tornará líder mundial ao serviço dos estudantes. A Uniplaces junta-se justamente ao grupo seleto de empresas portuguesas que estão a conquistar mercados globais, e temos um grande prazer em incluí-los no nosso portfólio.”

“O nosso objetivo tem sido transformar um processo extremamente difícil, antiquado e burocrático, num processo online simples, seguro e moderno. Começamos pelo alojamento, mas vamos mudar toda a experiência dos estudantes. Temos grandes planos para o futuro”, explica Miguel Santo Amaro, co-fundador da startup que quer continuar a investir no desenvolvimento do seu produto e na consolidação da presença nos mercados em que já opera, assim como na aposta em novos mercados.

Financiada, numa primeira fase, pelos próprios fundadores, a equipa da Uniplaces conta hoje com uma equipa de mais de 120 trabalhadores e já está presente em 38 cidades europeias.

Com a novidade, a startup portuguesa assegura a liderança enquanto plataforma online de alojamento para estudantes e vai aplicar investimento no desenvolvimento de serviços secundários que possam enriquecer a experiência dos estudantes. Este ano, os fundadores da Uniplaces venceram os Young Guns Award, sendo considerados os jovens empreendedores que mais se destacaram na Europa.

Equipa da Uniplaces conta com mais de 120 pessoas atualmente.

Equipa da Uniplaces conta com mais de 120 pessoas atualmente.

“A Uniplaces está a resolver um problema que todos os estudantes têm. 160 milhões de jovens estudantes pelo mundo inteiro procuram e precisam de uma forma melhor de arranjar alojamento. É ótimo ver esta equipa de Portugal reinventar toda a experiência universitária, começando por um ponto tão fulcral como o alojamento”, disse Mattias Ljungmann, partner na Atomico.

Desde o lançamento, a Uniplaces registou mais de 30 mil quartos arrendados por estudantes de 140 nacionalidades. Este ano gerou 10 milhões de euros em valores de contrato para os senhorios.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trump Xi China

Trump ameaça Pequim e ordena às empresas: “saiam da China”

Emmanuel Macron, presidente francês. Fotografia: Direitos Reservados

Fogos na Amazónia: França e Irlanda ameaçam bloquear acordo com Mercosul

O ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, intervém durante uma conferência de imprensa para fazer o ponto de situação sobre a crise energética, no Ministério do Ambiente e da Transição Energética, em Lisboa, 13 de agosto de 2019. JOÃO RELVAS / LUSA

Ministro do Ambiente: “Há cada vez mais condições” para que greve não aconteça

Outros conteúdos GMG
Portuguesa Uniplaces levanta mais 22 milhões de euros em financiamento