Valuing Tools: 48 horas para calcular quanto vale uma empresa

Dois fazedores portugueses criaram um algoritmo de avaliação com base em dados financeiros públicos. Solução serve para companhias para o segmento corporativo e consumidores.

Bastam 48 horas para a Valuing Tools calcular qual o valor de mercado de uma empresa. Nascida neste ano, a plataforma portuguesa foi criada por António Gomes e João Leite, que cruzam a experiência na consultoria financeira com o conhecimento em técnicas de angariação de clientes. A solução também consegue avaliar empresas de Brasil e Singapura, com base nas métricas locais.

Até agora, eram sobretudo as grandes consultoras que faziam avaliações de negócio, o que afastava empresas de menor dimensão.

"Vimos que havia uma necessidade de simplificar o processo de avaliação. Queremos chegar a empresas que vendem para o segmento corporativo e também para o consumidor", referem os dois fazedores.

O segredo da Valuing Tools está no algoritmo: "Temos tudo conectado para ir buscar dados financeiros a todas as fontes online de acesso aberto e complementamos isso com a informação de algumas plataformas pagas". Os dados são conjugados com "toda a programação" de várias ferramentas do Microsoft Office.

A análise qualitativa é feita com base no perfil da empresa e a sua história, mas também de dados como o número de clientes e de fornecedores, dependência em pessoas-chave e intensidade de competição. Antes de começar a avaliação é obrigatório assinar um acordo de confidencialidade.

A partir do algoritmo são aplicados três métodos de avaliação, que podem ser acumulados conforme o pacote que for subscrito pelo cliente.

Na solução base, é feito o apuramento do valor da empresa com base na sua faturação; na etapa seguinte, a empresa avaliada é comparada com 30 concorrentes; por último, é possível confrontar os múltiplos transacionados por empresas concorrentes e estimar qual o valor de mercado que uma eventual nova companhia no mercado poderá atingir.

Apesar de não se assumir como concorrente das grandes consultoras - até admite ser parceira de algumas delas -, a Valuing Tools assinala que consegue avaliar empresas em dois dias por 1200 euros.

Até hoje, uma avaliação de uma empresa demorava, em média, entre três e seis semanas, com um orçamento dificilmente inferior aos 10 mil euros", alegam os dois fundadores do negócio.

Fundada com cerca de 10 mil euros de investimento e sem um escritório fixo, a startup conta com clientes no Estados Unidos, Reino Unido, Emiratos Árabes Unidos, Austrália, Brasil e Canadá.
Todo o negócio é gerido por João e António com o apoio de mais um trabalhador. O desenvolvimento da plataforma está a cargo de uma entidade.

João Leite é responsável pelo marketing e angariação de novos parceiros, assumindo o papel mais executivo. António Gomes é o elemento operacional e também toma conta de toda a área técnica.

No próximo ano, a empresa conta investir pelo menos 30 mil euros e pretende chegar às 20 avaliações de empresas por mês.

Os próximos passos passam, nomeadamente, por cada vez mais automação da plataforma: "Queremos que os nossos parceiros entrem diretamente na plataforma e façam a avaliação por si".

Desta forma, a Valuing Tools quer pôr os micro, pequenos e médios negócios a descobrirem quanto realmente valem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de