Web Summit - DV Media Partner

Web Summit. Novo escritório em Lisboa e com 20 vagas por preencher

Paddy Cosgrave na inauguração do novo escritório da Web Summit em Lisboa.
(Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)
Paddy Cosgrave na inauguração do novo escritório da Web Summit em Lisboa. (Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

Antes do Hub do Beato, o Cais do Sodré. Paddy Cosgrave instala-se no Espaço Enter da PT.

A ideia era ter um espaço no Hub Criativo do Beato mas enquanto o empreendimento não está pronto, Paddy Cosgrave aliou-se à Portugal Telecom (PT) e a Web Summit ficou com uma sala espaçosa no edifício Enter da PT, inaugurado esta quarta-feira, em Lisboa.

A parceria entre as duas empresas começou no ano passado, tendo a operadora assegurado com sucesso a rede wifi da conferência, um dos pontos críticos do irlandês, que já assumiu que uma cobertura insuficiente foi um dos pretextos para ter mudado o evento de Dublin para a capital portuguesa.

Assegurando que vai continuar a fornecer o wifi da conferência em 2017, Paulo Neves, CEO da PT mostrou-se orgulhoso por a equipa de Cosgrave fazer parte do núcleo de entidades fundadoras da incubadora da companhia. “É com grande satisfação que acolhemos o primeiro escritório da Web Summit em Portugal e oferecemos este espaço que promove e valoriza o empreendedorismo português”.

Veja as fotos do novo escritório da Web Summit em Lisboa.

O espaço Enter, situado no Cais do Sodré, terá capacidade para 100 pessoas e acolherá startups, por períodos de seis meses, ao abrigo do novo programa de empreendedorismo da PT. Para já, para além da equipa da Web Summit, o edifício acolhe também a Productized.

Sabe-se, contudo, que esta será uma morada temporária para Paddy Cosgrave que pretende instalar-se depois no Hub Creativo do Beato, cuja dinamização está a cargo da Startup Lisboa. O irlandês afirmou não saber para quando será essa mudança de instalações, já o vice-presidente da Câmara de Lisboa assegura que será o mais rápido possível. Duarte Cordeiro indicou que o empreendimento ainda está em obras e que em maio terá mais novidades.

20 contratações e 24 horas de descontos em bilhetes

Novidades são o que também Paddy Cosgrave promete para breve em relação à próxima edição da Web Summit, que se realizará entre 6 a 9 de novembro. Sem adiantar detalhes quanto à iniciativa Women in Tech, oradores ou alterações no espaço, o CEO da conferência apenas garantiu “surpresas nos próximos dias”.

O que assegurou foi que, para o escritório de Lisboa vão estar abertas 20 vagas, nas áreas de vendas e desenvolvimento de software, que podem ser preenchidas por pessoas de qualquer nacionalidade e que, para reforçar a equipa, virão ainda duas pessoas de Dublin.

Veja aqui a lista de vagas para o escritório em Lisboa da Web Summit

Quanto a mudar completamente a base da Web Summit da Irlanda para Portugal, Paddy Cosgrave diz que, para já, gostaria de instalar a sua família. “Há muito tempo que não paro um mês no mesmo sítio e seria interessante conseguir trazer para cá a Faye – mulher – e o Cloud – filho. Lisboa é um lugar agradável e solarengo”.

O CEO da conferência, entrando em direto para as redes sociais, anunciou também 24 horas de descontos nos bilhetes, para comemorar a inauguração do novo escritório. Contou também que as vendas estão a correr bem, com muita procura vinda da Ásia.

Feliz com Lisboa – para já – e a estudar Portugal para novos eventos

Face às recentes notícias que indicavam estar a ponderar regressar a Dublin, Paddy Cosgrave foi perentório. “Interpretaram mal as minhas palavras. Estamos muito felizes com Lisboa, para já”, admitiu o CEO da conferência, não confirmando se o evento se manterá na capital portuguesa até 2020, como se tem especulado.

Garantidos estão os três primeiros anos, ou seja, até 2018 e o irlandês admite que tem estado à procura de novas localizações no país, para outros eventos, tendo visitado recentemente os Açores. “Ainda é segredo. Os Açores são ilhas incríveis e seria ótimo levar gente para lá. Há vários eventos relacionados com a Web Summit, antes e depois, como a Surf Summit. Demora um ano a preparar e ainda estamos em fase de pesquisa. É cedo para avançar seja o que for”, admitiu aos jornalistas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Trabalhadores da Autoeuropa pararam produção a 30 de agosto pela primeira vez na história da fábrica. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa. Guerra dos horários termina com pré-acordo

Armando Pereira, Cláudia Goya e Michel Combes

Altice “nega que Cláudia Goya esteja de saída”

Fotografia: Alvaro Isidoro/Global Imagens

Novo Banco com prejuízo de 419 milhões de euros até setembro

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Web Summit. Novo escritório em Lisboa e com 20 vagas por preencher