fazedores

Yescapa: o Airbnb das autocaravanas

O serviço da Yescapa permite rentabilizar a autocaravana. Foto: DR
O serviço da Yescapa permite rentabilizar a autocaravana. Foto: DR

Portugal é o destino mais popular entre os turistas de todo o mundo registados nesta plataforma.

À boleia do crescimento do turismo estacionou em Portugal a Yescapa, uma empresa que funciona como intermediária no aluguer de autocaravanas, furgões transformados ou campervans entre particulares. A ideia foi importada de outros países e, por enquanto, a versão portuguesa reúne dois mil viajantes itinerantes, dos quais cem são proprietários dos veículos.

Portugal está na mira da Yescapa há muitos anos. É, aliás, o país mais requisitado pelos adeptos de autocaravanismo de todo o mundo registados na plataforma.

A diversidade cultural e de paisagens, a costa portuguesa e o interior do país são algumas das características que fazem de Portugal “uma boa aposta”, considera Julie Da Vara, responsável da Yescapa.

A startup de origem francesa funciona como qualquer outra plataforma de alojamento – mas sobre rodas. Cada utilizador pode criar um anúncio, gratuito, definindo as características do veículo, os preços e o seu calendário.

O serviço de aluguer, com seguro e assistência incluídos, permite ao proprietário “rentabilizar o seu veículo e criar uma nova fonte de rendimento extra”, assegura a responsável. Por cada aluguer, estima-se que haja um lucro de 500 euros.

“As autocaravanas são utilizadas, em média, apenas 70 dias por ano”, explica Julie Da Vara, sublinhando que os veículos promovidos na plataforma digital são alugados “cinco a sete vezes mais” do que seriam noutra circunstância.

Por estes dias, as ofertas disparam: algumas mais amigas da carteira do que outras. Um dos anunciantes portugueses tem para aluguer uma autocaravana a 105 euros por dia, para a primeira semana de agosto, com capacidade para acolher uma família de quatro pessoas. Mas há opções para estas autocaravanas a partir dos 43 euros.

É o proprietário que fixa as tarifas que pretende praticar pelo aluguer. O que não quer dizer que os preços não diminuam à medida que nos afastemos do pico do verão, que vai de julho a agosto neste negócio, informa Julie Da Vara. Do lado do utilizador, basta indicar o local onde pretende alugar o veículo e especificar as datas da sua viagem.

Embora a empresa não revele os números do investimento em Portugal, sabe-se que foi preciso investir três milhões de euros para desenvolver o serviço em cinco países: França, Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália e, a partir deste mês, Portugal.

Até 2020, são esperados crescimentos de 5,2% nas vendas ao mercado nacional. A Yescapa pretende triplicar o número de utilizadores portugueses.

A empresa, fundada em 2012, disponibiliza cinco mil veículos. Atualmente, a comunidade de viajantes está acima dos 200 mil utilizadores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Carlos Manuel Martins/Global Imagens

Cláudia Azevedo. Quem é a mulher que vai mandar na Sonae?

Rui Rio e António Costa em conferência TSF

PSD vai abster-se na votação que altera leis laborais

O antigo ministro da Economia, Manuel Pinho, durante a sua audição na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, sobre o seu alegado relacionamento, enquanto Ministro da Economia e da Inovação, e o setor privado, Assembleia da República em Lisboa, 17 de julho de 2018. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Pinho: “Não tenho conhecimento de conversas entre Sócrates e Salgado”

Outros conteúdos GMG
Yescapa: o Airbnb das autocaravanas