fazedores

YouClap. A rede social de desafios é portuguesa e já vale 5 milhões

Equipa da YouClap, instalada numa incubadora em Ílhavo, conta com 14 pessoas. 
(Tony Dias/Global Imagens)
Equipa da YouClap, instalada numa incubadora em Ílhavo, conta com 14 pessoas. (Tony Dias/Global Imagens)

Plataforma criada por ex-alunos da Universidade de Aveiro está há um ano no mercado e vai chegar a Espanha e Brasil.

A YouClap é a rede social portuguesa que quer pôr os utilizadores a desafiarem-se. Há um ano no mercado, a plataforma criada em Ílhavo já conta com pelo menos 70 mil utilizadores e está a fechar uma ronda de investimento que a deverá avaliar em 4,6 milhões de euros. Espanha e Brasil serão as próximas grandes apostas.

“As redes sociais só têm reações com emojis, likes e comentários. Na YouClap temos vídeo. E nós não vendemos alcance; vendemos compromisso (engagement). Com os desafios, as pessoas envolvem-se muito mais”, garante José Rocha, um dos cinco fundadores da YouClap.

Os desafios podem ser públicos ou privados. Nos públicos, o utilizador pode filmar, tirar uma fotografia ou simplesmente escrever para toda a comunidade ver e participar. Os desafios privados são feitos dentro de grupos próprios.

Esta rede social está acessível a qualquer pessoa a partir dos 16 anos e está proibida a partilha de conteúdo considerado ofensivo ou que vá contra a integridade física.

“Temos um sistema baseado em denúncias. Se os conteúdos forem contra esta política, são eliminados. No futuro, teremos um software de inteligência artificial que irá ‘varrer’ conteúdos automaticamente”, garante.

As receitas da plataforma, para já, estão baseadas em publicidade, com as marcas a pagarem para aparecerem na pesquisa ou na cronologia. Existem ainda anúncios por localização.

A rede social trabalha ainda com figuras do YouTube como Wuant e Windoh para atrair utilizadores mais jovens para a plataforma.

Esta rede social começou em 2016 graças a José Rocha. “Quando acabei a universidade, fui para Aveiro e separei-me de grande parte dos meus amigos. Falávamos muito pelo WhatsApp e outras redes e estávamos constantemente com brincadeiras e desafios uns com os outros. Mas percebemos que as redes sociais não respondiam suficientemente bem a estes desafios.”

A José Rocha juntaram-se Luís Portela, Renato Almeida, Hugo Silva e Joana Ramos. Três anos depois, a YouClap já tem 14 pessoas; até ao final do ano serão 20. Proporcionar uma experiência semelhante à das principais redes sociais é um dos grandes desafios da YouClap.

Nos próximos meses, passarão a existir desafios locais, em que dentro de uma cidade ou de um espaço fechado os utilizadores podem encontrar situações ao longo do caminho – “como no Pokémon Go” – ou comunicar com quem esteja em redor. Também poderá haver uma versão paga, sem publicidade.

Numa altura em que começa a ter os primeiros utilizadores no Brasil, a rede social vai ter uma versão em castelhano no último trimestre do ano. EUA e China – onde existem os vídeos curtos da TikTok – também são mercados com potencial a longo prazo.

Isto será possível graças à ronda de investimento de 350 mil euros na Seedrs – concluída nas próximas semanas -, que vai avaliar a YouClap em 4,6 milhões de euros. Depois da conclusão desta operação, a rede social portuguesa passará a acumular um investimento de 550 mil euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Fernão de Magalhães

Quem pagou a expedição planetária de Magalhães? Um investidor vindo de Portugal

Maria João Gala / Global Imagens

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

Outros conteúdos GMG
YouClap. A rede social de desafios é portuguesa e já vale 5 milhões