Entrevista de emprego: Como responder à pergunta sobre expetativa salarial?

Há alguns cuidados a ter em conta na preparação da resposta a perguntas sobre o salário que espera receber caso consiga o emprego para o qual se está a candidatar?

A entrevista de emprego é um momento crucial na hora de ser bem-sucedido na busca de trabalho. Preparar-se para uma entrevista de emprego é crucial para que tenha sucesso. É fundamental que saiba explicar os motivos que fazem de si a pessoa ideal para a oportunidade a que se candidatou.

Uma das perguntas que muitas vezes gera maior desconforto durante uma entrevista de emprego é sobre as expetativas salariais. Ou seja, sobre o salário que espera receber caso consiga o emprego para o qual se está a candidatar.

Falar sobre as expectativas salariais pode parecer um pouco desconfortável, já que pode correr o risco mencionar um valor alto e perder a vaga antes mesmo de conhecer os principais desafios e oportunidades ou até um valor abaixo e perder a oportunidade de ganhar um pouco mais. Um pequeno deslize na resposta para colocar em causa toda a entrevista.

É importante salientar que não existem respostas certas. Ainda assim, há alguns cuidados a ter em conta na preparação da resposta a esta questão.

Faça uma pesquisa sobre o mercado

Uma vez que não sabe se a pergunta vai surgir durante a entrevista de emprego, o melhor é preparado. Por isso, pesquise a média salarial da empresa a que se está a candidatar e os valores médios dos profissionais da sua área ou da função a que se está a candidatar.

Só assim vai poder determinar um valor médio para depois servir de ponto de partida para uma possível negociação.

Não especifique valores exatos

O ideal é indicar um intervalo salarial. Desta forma, vai mostrar que está disposto a negociar e a acordar um valor interessante para si e para a empresa.

Seja flexível

Antes de falar sobre valores, demonstre interesse pela vaga e pela empresa. Mencionar que que gostaria de conhecer mais da empresa, da área e os principais desafios da função antes de abordar valores vai demonstrar que sabe ajustar-se a diferentes circunstâncias.

Baseie-se no seu salário anterior ou atual

Para determinar esta expetativa, tenha por base tenha por base o seu salário anterior, no caso de estar desempregado, ou se está a trabalhar e pretende mudar de empresa, tenha o salário atual como referência.

Valorize a sua experiência profissional

É normal que no início de carreira não tenha as mesmas expetativas salariais do que se tiver vários anos de experiência. A experiência é um fator essencial a ter em consideração no que toca a definir expetativas salariais.

Mostre segurança

É certo que esta pergunta pode trazer algum desconforto. É normal que fique nervoso com a situação.

Porém, mostrar segurança de si e do seu valor profissional é um ponto a seu favor. Deve provar ao potencial ao empregador que é uma mais-valia para a empresa, mas, claro, sem ser arrogante ou convencido.

Como negociar o salário?

Após referir a sua expetativa salarial, deve estar preparado para negociar o salário com o seu potencial empregador. Mesmo que tenha um valor em mente, há alguns aspetos a ter em conta na hora negociar.

- Seja firme. Fale com firmeza e de forma direta, evitando rodeios. A entoação também conta muito, por isso procure ser o mais natural possível. Não tenha vergonha do valor que está a pedir nem o faça de forma prepotente;

- Não aceite menos. Assim que definir qual o valor mínimo que está disposto a receber, não deve aceitar menos que isso. Aceitar um valor inferior só deve acontecer em último caso, quando não for possível esperar por outra oportunidade;

- Analise as oportunidades de crescimento. Avalie bem as oportunidades que a oferta de emprego lhe vai proporcionar: benefícios, perspetivas de crescimento, viagens ou desenvolvimento profissional são alguns dos fatores que podem ser uma vantagem. Quando informar o entrevistador sobre a sua pretensão salarial, deixe claro que está aberto a saber mais sobre possíveis oportunidades de crescimento.

Salário líquido vs. Salário bruto

A diferença de valores entre salário líquido e bruto fazem uma grande diferença na gestão do orçamento familiar, pelo que deve estar atento a estes dois conceitos na hora de falar sobre o assunto numa entrevista de emprego.

Na prática, o salário líquido é o valor real que recebe no final de cada mês após terem sido realizados os respetivos descontos para a Segurança Social e para o IRS.

É o chamado ordenado "limpo", depois de a entidade empregadora ter liquidado primeiro junto do Estado as obrigações contributivas que correspondem ao salário bruto que está calculado para um determinado funcionário.

O salário bruto é o inverso do salário líquido, ou seja, o salário que o trabalhador tem direito ainda com os descontos por fazer.

Trata-se do valor total do salário sem os descontos e retenções na fonte em sede de IRS que serão realizados posteriormente.

Na altura de negociar o contrato de trabalho, convém ter bem presente estes dois itens pois assim tem uma melhor perceção sobre qual vai ser a sua remuneração mensal ao executar determinada função numa empresa.

Aquilo que lhe interessa na hora de falar em valores é saber qual será o salário líquido. É esse o valor efetivo que vai entrar na sua conta bancária e ao qual podem acrescer o subsídio de alimentação, subsídio de férias e de Natal.

Leia também: Quanto devo pedir de salário num novo emprego e como negociar

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de