Reforma

Estudo diz quanto deve poupar para a reforma

(DR)
(DR)

Investigadores do Centro para a Longevidade da Universidade de Stanford (EUA) concluíram num estudo recente que o valor da poupança para quem se reformar aos 65 anos deverá ser de 10-17 por cento do salário. Mas isto apenas para quem começar logo aos 25 anos.

Se esperar até aos 35 anos, a poupança terá de ser de 15-20 por cento da remuneração mensal. De acordo com uma notícia da CNBC que cita o estudo, estes valores não têm em conta a poupança para eventuais necessidades de última hora. Ou seja, a poupança para a reforma acresce às pequenas poupanças que se devem fazer para uma emergência.

O estudo do Centro para a Longevidade de Stanford visa avaliar até que ponto as famílias norte-americanas estão ou não preparadas para a reforma comparando com os valores que atualmente estão a reter para o efeito.

Dois estudos a ter em conta

Os investigadores chegaram a estas conclusões no seu estudo olhando para duas projeções diferentes – uma do Centro de Investigação para as Pensões do Boston College e outra da consultora Aon Hewitt – que têm em conta fatores como o retorno dos investimentos, aumentos salariais, expectativa de vida e benefícios da segurança social.

Enquanto o Centro de Investigação para as Pensões do Boston College sugere que ao se iniciar a poupança aos 25 anos, quando o trabalhador chegar à idade da reforma, deverá poupar 10% do salário para manter o mesmo nível de vida. Já a Aon Hewitt sugere que sejam 17% de poupança.

“Achamos que o [estudo do] Boston College é demasiado otimista, atendendo a que os objetivos são demasiado baixos, e o estudo da Aon é um pouco pessimista, tendo em conta os objetivos um pouco elevados”, diz Steve Vernon, um dos autores do estudo do Centro para a Longevidade da Universidade de Stanford.

“Contudo”, prossegue, “muitas famílias não estão sequer a cumprir os objetivos mais otimistas”. De acordo com os dados, as famílias norte-americanas entre os 25 e 64 anos estão a poupar apenas 6 a 8 por cento do seu rendimento para a reforma.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira. TIAGO PETINGA/LUSA

Moratórias bancárias estendidas até final de setembro de 2021

covid-19 portugal corona virus

Emprego público sobe 0,9% com contratações da saúde e oficinas da CP

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Mariana Vieira da Silva TIAGO PETINGA/POOL/LUSA

Prorrogada situação de contingência em Portugal continental até 14 de outubro

Estudo diz quanto deve poupar para a reforma