Pergunte ao Advogado

Faço trabalhos para o estrangeiro. Tenho de declarar no IRS aqui o que recebi?

Fotografia: Jorge Amaral/Global Imagens
Fotografia: Jorge Amaral/Global Imagens

Todas as semanas, com a ajuda de quem melhor sabe, o Dinheiro Vivo dá resposta a questões relacionadas com impostos e assuntos fiscais.

António Gaspar Schwalbach, Associado da Telles Advogados e membro do Conselho Geral da Ordem dos Advogados, responde aqui às questões de Direito Fiscal. Envie o seu caso ou dúvida para editorial@dinheirovivo.pt

Sou brasileiro e também cidadão português. Moro em Portugal desde 2017 e faço trabalhos remotamente para o Brasil. No ano de 2018 recebi ao todo o valor de 36 073,08 reais — que, convertendo o valor, eram 8 124,57 euros. Como trabalho no Brasil mesmo morando aqui, já fiz a minha declaração lá e paguei o imposto de 450,80 reais. Tenho de declarar também aqui em Portugal esse valor de 8 124,57 euros?

Sim, também deve declarar o valor auferido em Portugal, no anexo J da Declaração de Rendimentos – assumindo que é residente fiscal em Portugal.

Portugal (tal como a generalidade dos países), tributa os residentes fiscais pelos rendimentos auferidos a nível mundial (worldwide income).

Sem prejuízo, notamos que Portugal e o Brasil celebraram um acordo para evitar a dupla tributação que prevê regras para evitar a dupla tributação de rendimentos (ADT).

Em determinadas situações, o ADT determina que o Estado da fonte (neste caso, o Brasil) deve abster-se de tributar.

Noutras situações, os dois Estados podem tributar (com ou sem limite do Estado da fonte), mas o Estado da residência (neste caso, Portugal) dever atribuir um crédito de imposto a abater no IRS, que deverá corresponder (com alguns limites) ao imposto pago no Brasil.

Por fim, tratando-se de rendimentos pagos em moeda sem curso legal em Portugal, a conversão deverá ser feita de acordo com a cotação oficial da respetiva divisa, aplicando-se o câmbio de compra da data em que os rendimentos foram pagos ou postos à disposição. Esta cotação encontra-se disponível no sítio de internet do Banco de Portugal.

Esta informação não dispensa a consulta de um advogado para analisar a situação específica

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
Faço trabalhos para o estrangeiro. Tenho de declarar no IRS aqui o que recebi?