70% dos portugueses temem a forma como os seus dados são usados

Estudo da Cetelem realizado aos millenials europeus revela que um dos maiores receios é o tratamento duvidoso dos dados pessoais.

O Observador Cetelem 2018 Millenials avança esta quinta-feira em comunicado, que 70% dos portugueses não confiam plenamente na forma como são tratados os seus dados. O estudo realizado em 17 países europeus, revela que o que mais preocupa os consumidores é o roubo de identidade, especialmente na internet.

Os millenials portugueses consideram que as lojas estão cada vez mais padronizadas, consequência da diminuição do comércio local. A escassa variedade de produtos para os consumidores e o receio de que no futuro existam cada vez menos pessoas a atender nas lojas, foram outras das preocupações destacadas pela Cetelem.

No final de abril, entra em vigor em Portugal a nova Lei sobre Proteção de Dados. A Cetelem acredita que os portugueses estão “atentos e preocupados”, e “cabe às várias entidades e marcas terem uma atuação responsável e transparente, de forma a serem merecedoras da confiança dos consumidores”, lê-se no mesmo documento.

O estudo abrangeu 17 países europeus e reuniu testemunhos de indivíduos entre 18 e 34 anos, faixa etária onde se encontram os millennials. Entre os dados recolhidos, apenas a Búlgaria, com 78%, a Polónia, com 77% e a França com 71%, ultrapassaram a percentagem nacional no que diz respeito à preocupação com o tratamento dos dados pessoais. Na Europa, os menos preocupados são os belgas, com uma percentagem de 64%.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de