aviação

Alerta de fissuras nas asas dos primeiros modelos do Airbus A380

Fotografia: REUTERS/Regis Duvignau
Fotografia: REUTERS/Regis Duvignau

A Agência Europeia de Segurança Aérea (AESA) solicitou uma inspeção nas asas de 25 aviões Airbus A380 dos modelos mais antigos por um risco de fissura, explica a entidade em comunicado citado pela AFP

Naquela que é uma “proposta para diretrizes de navegabilidade”, a AESA indica que foram detectados “casos de fissuras” nas asas de alguns A380. A agência explica que não foi feito qualquer pedido para que os aviões deixem de voar, mas afirma que o problema, se não for detetado e corrigido, poderia “reduzir a integridade estrutural das asas”.

O jornal Les Echos, que revelou esta terça-feira uma nota publicada a 5 de julho, onde explica que a agência com sede na Alemanha recomenda uma inspeção com o uso de ultrassom em 25 dos 234 aviões A380 atualmente em circulação, ou seja, aqueles que foram fabricados há mais de 15 anos.

“A diretriz é considerada uma ação provisória, limitada aos 25 conjuntos de asas mais antigos”, afirmou a AESA em um comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Emprego e as remunerações na indústria aumentaram 0,3% e 1,3%

PS, PSD e CDS chumbam mudanças nas regras dos regimes de turnos

A330-900 neo

A330 neo. Associação de pilotos quer ouvir especialistas na Holanda

(REUTERS/Rafael Marchante)

2019 a caminho de ser o melhor ano de sempre da Autoeuropa

Outros conteúdos GMG
Alerta de fissuras nas asas dos primeiros modelos do Airbus A380