Conheça a raridade chinesa que pode valer milhões em leilão

Pergaminho datado do século XI será leiloado em leilão na segunda-feira. Foi manuscrito pelo mestre Su Shi, um dos mais reputados de sempre

Wood and Rock é considerada uma das obras de arte mais reputadas da arte chinesa. É um pergaminho datado do século XI e que foi manuscrito pelo artista Su Shi, que chega a ser comparado com Leonardo da Vinci. Esta obra, com quase mil anos, será leiloada na segunda-feira em Hong Kong e poderá bater o recorde para a arte asiática.

O desenho mostra uma árvore ressequida, com bambu a brotar e uma pedra. Estima-se que possa render cerca de 60 milhões de dólares (52,9 milhões de euros) no leilão organizado pela leiloeira Christie's. Este pergaminho é um dos dois únicos desenhos conhecidos pelo mestre da dinastia Song e que continua a ser fonte de inspiração para os artistas chineses.

É a primeira vez que surge num leilão, de acordo com um texto publicado pela Bloomberg em agosto. O outro pergaminho de Su Shi pode ser encontrado no Museu do Palácio Nacional de Taiwan. O pergaminho tem vários selos gravados e mostram que provém de 1644.

A obra encontra-se desde 1937 na posse de uma família japonesa, que decidiu colocar esta peça em leilão depois de em março de 2017 ter vendido arte chinesa do museu Fujita.

A peça de arte chinesa mais valiosa vendida em leilão foi um manuscrito chinês vendido por 64 milhões de dólares, em 2010. Este montante já inclui as comissões.

Su Shi é um dos mais reputados artistas da Ásia. Viveu entre 1037 e 1101 e além de pintor foi professor, poeta e escritor. É considerado um revolucionário na arte chinesa.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de