Costa já admite Centeno no Banco de Portugal: "ninguém vai ficar surpreendido"

Primeiro-ministro admite que nome escolhido para o próximo governador do Banco de Portugal não irá surpreender. Centeno parece ter cargo garantido

Na conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros, António Costa em resposta aos jornalistas ainda não quis confirmar oficialmente Mário Centeno como o nome que o Governo irá indicar para se tornar no próximo governador do Banco de Portugal. No entanto, o primeiro-ministro admitiu que os jornalistas "não vão ficar surpreendidos" com a escolha.

Costa admitiu que ainda hoje ou esta sexta-feira vai formalizar o processo de audição parlamentar relativamente ao próximo governador para que possa iniciar o processo de nomeação e admitiu que já ouviu os vários partidos sobre o tema.

O PSD, entretanto, já tinha confirmado essa mesma consulta e que será mesmo Mário Centeno o nome indicado pelo Governo.

Morais Sarmento, vice-presidente do partido, explicou esta tarde: “A nossa posição é clara e já a comunicámos ao Governo: é uma posição desfavorável à escolha de Mário Centeno. É uma escolha desaconselhável, não traz clareza nem reforça solidez do sistema, é uma escolha que não faríamos e com que não concordamos”. Apesar dessa posição o PSD considera que o atual quadro legal permite ao Governo escolher o ex-ministro das Finanças para esse cargo e não apoiará uma lei que pretenda travar o atual processo.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de