Solidariedade

Eletrodomésticos usados realizam sonhos de crianças doentes

Pediatria do Hospital São João no Porto.
(Pedro Correia/Global Imagens)
Pediatria do Hospital São João no Porto. (Pedro Correia/Global Imagens)

Eletrodomésticos, pilhas ou lâmpadas podem ser trocados pela realização de sonhos de crianças e de jovens com doenças crónicas até outubro de 2019.

A campanha, desenvolvida pela Eco-Partner e Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos, gestora da rede Electrão e que teve início em outubro, visa apoiar projetos solidários da associação “Terra dos Sonhos”, que tenta concretizar sonhos de crianças e jovens com doenças crónicas, institucionalizados e idosos.

Em declarações à agência Lusa Madalena D’Orey, da Terra dos Sonhos, explicou que cada tonelada de resíduos, entregues à rede Eco-Partner e Electrão, vão permitir que particulares, empresas públicas e privadas contribuam para a associação.

“Esta campanha vai depois ajudar a instituição a realizar os sonhos das crianças do IPO, hospitais e de casas de acolhimento”, disse.

Para marcar o arranque da campanha solidária, vão, segundo a Eco-Partner e Amb3E, ser doados seis mil euros para concretizar cinco sonhos de jovens e crianças.

As empresas interessadas em participar na campanha têm de enviar um ‘e-mail’ para geral@eco-partner.pt para que depois seja feita a entrega gratuita de meios de acondicionamento/caixas por correio postal, sendo os aparelhos mais volumosos recolhidos sem custos.

De acordo com as empresas organizadoras, nestes ecopontos podem ser deixados equipamentos elétricos (computadores, tablets, impressoras/fotocopiadoras, telemóveis, ferramentas elétricas, candeeiros, aparelhos de ar condicionados, entre outros que necessitem de corrente elétrica para funcionar), lâmpadas tubulares e diversas e pilhas e acumuladores exceto as dos automóveis

“Sempre que os contentores/espaço de acondicionamento dos resíduos ultrapassar os 75% da capacidade, deve ser solicitada a recolha para o ‘e-mail’”, que serão posteriormente recolhidos, quantificados e consolidados e encaminhados para reciclagem.

Esta empresa contabiliza as quantidades recolhidas em cada local e transmite a informação ao Electrão para atribuição da bonificação à Terra dos Sonhos.

O objetivo da iniciativa, segundo os organizadores, é chegar às 100 toneladas até outubro do próximo ano.

A “Terra dos Sonhos” é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem fins lucrativos, fundada a 01 de junho de 2007, que tem como missão transformar em realidade sonhos quase impossíveis de crianças e jovens doentes ou institucionalizados e idosos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

Sete dos créditos de risco da CGD tiveram perdas de 100%

Operadores da Groundforce onde a operação da empresa de ‘handling’ Groundforce inclui números como cinco minutos e 400 toneladas, mas também o objetivo de chegar ao fim de 2019 com 3.600 colaboradores, aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 22 de janeiro de 2018. Para que os aviões estejam no ar, a Groundforce faz toda a assistência em terra, excetuando o fornecimento de comida e de combustível, como resume o presidente executivo da empresa, Paulo Neto Leite, numa visita guiada aos ‘bastidores’ do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Com o aeroporto de Lisboa “no limite”, Groundforce exige à ANA que invista já

(Rui Oliveira / Global Imagens)

Quota de mercado dos carros a gasóleo cai para mínimos de 2003

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Eletrodomésticos usados realizam sonhos de crianças doentes