Enfermeiros

Enfermeiros: Governo adia para sexta-feira reunião com sindicatos

Ministra da Saúde, Marta Temido.
Ministra da Saúde, Marta Temido.

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal também já desconvocou a greve que tinha agendada para entre os dias 08 e 11 de janeiro.

O Governo adiou para sexta-feira a reunião com os dois sindicatos que convocaram a greve cirúrgica dos enfermeiros, segundo as estruturas sindicais.

A reunião para reatar as negociações sobre a carreira de enfermagem estava marcada para hoje na Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) e foi adiada a pedido da tutela para sexta-feira, adianta a Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) e o Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor).

Em declarações à agência Lusa, a presidente da ASPE, Lúcia Leite, adiantou que o adiamento da reunião poderá dever-se ao Governo precisar de mais tempo para apreciar a proposta apresentada pelos sindicatos.

A Associação Sindical Portuguesa dos Enfermeiros (ASPE) anunciou na quarta-feira que vai desconvocar o primeiro de dois períodos de greve que tinham início este mês, uma forma de “criar espaço para as negociações”, mas mantendo o segundo pré-aviso de uma paralisação prevista entre 14 de janeiro e 28 de fevereiro.

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal (Sindepor) também já desconvocou a greve que tinha agendada para entre os dias 08 e 11 de janeiro.

Os enfermeiros reivindicam uma carreira que contemple a categoria de enfermeiro especialista, além de exigirem uma redução na idade da reforma, reivindicações que estiveram na base da greve em blocos operatórios que levou ao adiamento de milhares de cirurgias entre 22 de novembro e final de dezembro.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
Enfermeiros: Governo adia para sexta-feira reunião com sindicatos