Espanha promete vacina para grande parte da população no primeiro semestre de 2021

Espanha "será o primeiro país da UE, juntamente com a Alemanha, a ter um plano completo de vacinação" afirma o primeiro-ministro Pedro Sánchez.

Uma parte "muito substancial" da população espanhola terá sido vacinada contra o coronavírus até meados de 2021 - anunciou o presidente do governo, Pedro Sánchez, esta sexta-feira dia 20, na apresentação do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência da Economia Espanhola, na região de La Rioja .

A trabalhar para este efeito desde setembro, Sánchez acrescenta ainda que mais detalhes serão apresentados na próxima terça-feira em conselho de ministros, segundo avança a AFP, agência de notícias francesa.

No passado mês de outubro, o governo espanhol autorizou a futura aquisição de 31,5 milhões de doses da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, como parte de um acordo de compra da Comissão Europeia, que prevê 300 milhões de doses para todo o conjunto dos 27 Estados-membros.

A agência espanhola de medicamentos (AEMPS) também autorizou, na quarta-feira, dia 18, o início da última fase do ensaio clínico de uma vacina de duas doses contra a covid-19 do grupo norte-americano Johnson & Johnson. O teste será ainda realizado noutros oito países.

Além disso, o governo espanhol aguarda também os resultados dos laboratórios Pfizer e BioNTech, que anunciaram esta sexta-feira o pedido de autorização aos Estados Unidos para a comercialização da vacina.

Com a Espanha a ser um dos países europeus mais afetados pela pandemia, e a registar 1,54 milhões de casos desde o início do ano, o epidemiologista do ministério de Saúde, Fernando Simón, afirmou que a pressão sobre os hospitais continua a ser "importante".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de