Política

Eutanásia aprovada no Parlamento

MIGUEL A. LOPES/LUSA
MIGUEL A. LOPES/LUSA

Assembleia da República aprovou os cinco projetos de vários partidos a favor da eutanásia esta tarde com 116 votos

Numa votação com 222 deputados presentes (faltou um do PS e seis do PSD), os cinco projetos de lei – onde o PS e o BE tinham preponderância – para a despenalização da morte medicamente assistida, na Assembleia da República, foram todos aprovados.

Depois de um debate que durou duas horas e 44 minutos, os diplomas do BE, PAN, PS, PEV e Iniciativa Liberal foram votados nominalmente pelos deputados, com o PEV e a Iniciativa Liberal a também conseguiram aprovar os diplomas para despenalizar a eutanásia.

Rui Rio, o presidente do PSD, que tinha liberdade de voto à bancada que lidera, votou a favor da eutanásia.

Segue-se a votação oficial:

Projeto de lei do Bloco de Esquerda:

124 a favor

14 abstenções

85 contra

Projeto de lei do PAN:

121 a favor

16 abstenções

86 contra

Projeto de lei do PS:

127 a favor

10 abstenções

86 contra

Projeto de lei do PEV:

114 a favor

23 abstenções

86 contra

Projeto de lei do IL:

114 a favor

24 abstenções

85 contra

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Eutanásia aprovada no Parlamento