Tecnologia

Farmácias já vendem online produtos de beleza e saúde em nova plataforma

Coronavirus
(Photo by Lionel BONAVENTURE / AFP)
Coronavirus (Photo by Lionel BONAVENTURE / AFP)

Um site de venda de produtos de beleza e saúde procura aproximar 200 farmácias dos clientes foi apresentado pelas Farmácias Portuguesas e pela L’Oreal

“Aproximar, através de um canal online, as farmácias locais dos portugueses”. Este é o objetivo da plataforma apresentada nesta sexta-feira já a pensar no desconfinamento diz-nos Jorge Lucena, diretor de marketing de Vichy e um dos responsáveis da iniciativa.

O site belezaesaude.pt é uma iniciativa das Farmácias Portuguesas, Associação Nacional de Farmácias e Divisão de Cosmética Activa da L’Oréal Portugal (da qual a Vichy faz parte) e procura dar resposta ao facto da maior parte das farmácias não terem presença online ou, pelo menos, não terem vendas online. Desde que o país entrou em estado de emergência, o teletrabalho passou a ser a nova norma, tal como as compras online (mesmo para quem não o fazia), que as farmácias sentiram quebra de vendas.

Um estudo revelado a meio de abril pela Universidade de Aveiro indica que 75% das farmácias tiveram resultados negativos e a rede existente no país estava em risco económico devido à pandemia. Nesse contexto, a nova iniciativa serve também para dar às farmácias comunitárias e locais novos meios para vender online, mas também para “dar aos portugueses uma forma fácil de comprar produtos de beleza e saúde”.

Jorge Lucena admite que os hábitos em tempos de confinamento têm consequências que tornam mais necessários certos tipos de produtos no regresso às ruas. “Agora já voltamos a arranjarmo-nos mais depois de um período sempre em casa e, com a chegada do verão, os produtos solares passam a ser importantes até porque temos andado a apanhar pouco sol e toda a proteção é ainda mais relevante”.

Na apresentação desta manhã, o diretor-executivo do Programa Farmácias Portuguesas, da Associação Nacional de Farmácias, Joaquim Fausto Ferreira, explica ainda que o projeto agora lançado é só o ponto de partida que “não é um projeto isolado”, “mas sim de continuidade e que vai evoluir para contar com mais marcas e produtos”.

Em que consiste?

A plataforma que arranca esta semana, além das 200 farmácias (mais 100 estão em processo de inscrição e o número continua a crescer – 10% do total nacional) disponibiliza para já 30 produtos na área da saúde e beleza, isto além de seis kits pré-determinados – dos cuidados com o sol, ao kit de higiene passando pelo de cuidados masculinos. Os produtos selecionados terão um preço que varia de farmácia para farmácia, já que a venda será sempre feita pela farmácia local e têm desconto de 20%. Já os kits terão descontos até aos 30% de desconto, explica Lucena.

Feita a encomenda, o custo de entrega de 4,30 euros deixa de existir para quem comprar mais de 75 euros e a promessa é que sejam entregues em 72 horas. O envio é feito, na maioria das vezes, pelos CTT, aproveitando uma parceria dos correios com as farmácias já existente, mas podem ser utilizadas outras formas, inclusive um serviço da própria farmácia de entrega. Quem tem o Cartão Saúde tem mais vantagens, com um desconto de 4 euros em compras acima dos 35 euros.

O que se segue? Nos próximos vezes além de aumentaram os produtos disponíveis, o objetivo passa por aumentar as empresas que fornecem produtos – para já está centrado nas marcas que pertencem ao grupo L’Oreal e começar a oferecer outro tipo de serviços, do aconselhamento personalizado e especializada a vantagens exclusivas associadas às farmácias de cada localidade.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Nazaré Costa Cabral, presidente do Conselho de Finanças Públicas. (João Silva / Global Imagens)

Cenário severo em 2020. Défice nos 9%, dívida em 142%, desemprego nos 13%

O primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Apoios à TAP formalizados “em breve” depois de consultas com Bruxelas

Foto: Fábio Poço/Global Imagens)

Costa promete linha para converter AL em arrendamento para jovens

Farmácias já vendem online produtos de beleza e saúde em nova plataforma