incêndio

Incêndio na catedral de Notre-Dame em Paris

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Um incêndio deflagrou esta segunda-feira à tarde na emblemática catedral de Notre-Dame em Paris, situação que poderá estar “potencialmente ligada” aos trabalhos de reabilitação do edifício, segundo os bombeiros da capital francesa.

O incêndio, cuja gravidade ainda está por determinar, atinge a torre mais alta da catedral, o monumento histórico mais visitado da Europa, indicaram os bombeiros locais.

De acordo com o porta-voz da catedral Notre-Dame, o alerta de incêndio foi ativado por volta das 18:50 GMT (17:50 em Lisboa).

Situação poderá estar “potencialmente ligada” aos trabalhos de reabilitação do edifício, segundo os bombeiros da capital francesa.

A torre de Notre-Dame já se desmoronou. A torre “desmoronou sobre ela mesma”, anunciou Emmanuel Grégoire, adjunto da presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo, que lamentou os “danos colossais”.

“A partir de agora está em marcha uma missão especial para tentar salvar todas as obras de arte que seja possível”, disse Grégoire.

Falando para um canal de notícias, Grégoire afirmou que a primeira prioridade foi dada à segurança da área circundante, para proteger os turistas e residentes face ao risco de colapso.

Notícia atualizada às 19:45 com mais informação

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Incêndio na catedral de Notre-Dame em Paris