Gasóleo sobe meio cêntimo para a semana, preço da gasolina não se altera

O litro de petróleo simples passa a custar 1,355 euros. Na gasolina, o preço deverá manter-se inalterado nos 1,525 euros por litro.

A duas semanas exatas do início da greve dos motoristas de matérias perigosas, prevista para começar a 12 de agosto, na próxima segunda-feira os preços dos combustíveis não vão registar grandes alterações, de acordo com fontes do setor contactadas pelo Dinheiro Vivo: mais meio cêntimo no gasóleo e o mesmo valor de venda ao público na gasolina.

Isto apesar do clima de preocupação latente que já se começa a instalar, com governo a recomendar aos portugueses para se "precaverem" e começarem já a abastecer os depósitos dos automóveis. E a Entidade Nacional para o setor Energético a revelar a lista de mais de 320 postos de abastecimento que integram a rede de emergência em caso de crise energética no próximo mês.

O litro de petróleo simples passa assim a custar 1,355 euros, quando na semana passada estava nos 1,350 euros. No que diz respeito a este combustível, esta é a sexta semana consecutiva de aumento de preços, de acordo com os dados da Direção Geral de Energia e Geologia.

Na gasolina, o preço deverá manter-se inalterado nos 1,525 euros por litro. Antes desta estabilização, a gasolina subiu por quatro semanas consecutivas. A partir de segunda-feira, um depósito de 60 litros de gasóleo passará a custar 81,3 euros, enquanto a mesma quantidade de gasolina se mantém nos 91,5 euros.

“Temos todos de nos preparar. O Governo está a fazer o seu trabalho, mas todos podíamos começar a precaver-nos, em vez de esperarmos pelo dia 12. Era avisado podermo-nos abastecer para enfrentar com maior segurança o que vier a acontecer”, disse o ministro das Infraestruturas Pedro Nuno Santos.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de