Crise na Venezuela

Guaidó apela à revolta na Venezuela e liberta opositor Leopoldo López

Fotografia: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins
Fotografia: REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

“O povo da Venezuela iniciou o fim da usurpação, e neste momento estou reunido com as principais unidades militares das nossas Forças Armadas”, declarou o presidente interino no Twitter, apelando à participação das Forças Armadas.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, anunciou o arranque da fase final da chamada “Operação Liberdade” e apelou à participação das Forças Armadas.

Leopoldo López, dirigente da oposição que estava em prisão domiciliária, foi libertado e apareceu ao lado de Guaidó nas redes sociais, acompanhados por militares. Numa mensagem no Twitter escreveu “Venezuela, estamos a conseguir!”.

Leia a notícia completa no Diário de Notícias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
Guaidó apela à revolta na Venezuela e liberta opositor Leopoldo López