segurança

Guarda Prisional e PSP podem vir a ter as mesmas remunerações

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

O Governo está disponível para igualar os salários do Corpo da Guarda Prisional à da PSP e para promover 103 guardas à categoria de guarda principal.

O Ministério da Justiça declarou-se disponível “para promover as diligências necessárias” à equiparação remuneratória do Corpo da Guarda Prisional à da PSP e à promoção de 103 guardas à categoria de guarda principal, disse esta segunda-feira fonte oficial.

Segundo o gabinete de Francisca Van Dunen, a predisposição foi manifestada nos últimos contactos negociais com as três estruturas sindicais da guarda prisional.

“Depois de verbalizada numa reunião com os sindicatos, esta proposta foi também enviada por ‘email’, no dia 20 de dezembro, para o Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP), no qual era solicitada uma resposta, sob pena de os contactos negociais serem considerados suspensos”, assinalou a fonte.

Aquele sindicato “não respondeu a esta comunicação, estando o Ministério da Justiça disponível para retomar o diálogo logo que o SNCGP declare aceitar a proposta que lhe foi dirigida, acrescentou.

O corpo da guarda prisional está em greve para exigir a revisão do estatuto, atualização da tabela remuneratória, criação de novas categorias, um novo subsídio de turno, alteração dos horários de trabalho e novas admissões.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

(Artur Machado / Global Imagens)

Dinheiro Vivo mantém-se líder digital dos económicos

O ex-diretor das Grandes Empresas da Caixa Geral de Depósitos, José Pedro Cabral dos Santos na II comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República. MÁRIO CRUZ

Cabral dos Santos apresenta carta a desmentir Berardo sobre créditos na CGD

Outros conteúdos GMG
Guarda Prisional e PSP podem vir a ter as mesmas remunerações