Livro

Os maus hábitos que os ricos evitam

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

Há alguns maus hábitos económicos que os ricos evitam mas que, por seu lado, os mais pobres e os de classe média não deixam de os ter. Esta é uma das conclusões do estudo “Os hábitos dos ricos”, que deu origem a um livro, da autoria do norte-americano Tom Corley.

Durante cinco anos, Tom analisou os hábitos de 233 ricos (com uma fortuna avaliada em mais de 3,2 milhões de dólares e ganhos anuais superiores a 160 mil dólares) e 128 com baixos rendimentos para os padrões americanos (com ganhos abaixo dos 35 mil dólares anuais e menos de 5000 dólares de ativos). Para o autor do estudo, ser-se rico ou pobre, ser-se bem sucedido a nível financeiro, depende tudo dos hábitos, segundo um artigo do Business Insider.

E quais são estes maus hábitos que os ricos evitam?

Compras emocionais. Como aquelas em que dizemos “oh, adoro aquele vestido vermelho ou aquele carro desportivo” e fazemos mesmo essa compra emocional, que muitas vezes fazem com que entremos em défice, quando se trata de compras dispendiosas ou quando levam todas as nossas poupanças a zeros.

Compras espontâneas. É algo que os ricos também evitam. É por isso que nas linhas de caixa as lojas têm todas este tipo de artigos para nos levar a comprar, ou até mesmo os sites. Os retalhistas sabem que o cérebro humano reage a impulsos, que levam muitas vezes a estas compras espontâneas. Imagine os danos que podem causar às suas contas.

Gastos modestos. Segundo Tom Corley, uma das compras mais inteligentes é uma casa modesta num bairro modesto. Isto pode significar que vai ter uma prestação mais baixa pelo empréstimo, irá pagar menos impostos, terá menos custos pela utilização e menos manutenção. Esta é apenas uma decisão que terá um impacto muito grande nas suas finanças.

E estes são os três principais hábitos a evitar, para o autor do estudo e do livro “Os hábitos dos ricos”.

Leia também os 15 hábitos de quem se tornou milionário

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa, Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, e Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.  MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salários, crédito, moratórias e rendas. O que vai ajudar famílias e empresas

EPA/Enric Fontcuberta

Mais de 100 mil recibos verdes candidataram-se ao apoio à redução da atividade

A ministra da Saúde, Marta Temido.. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

295 mortos e 11 278 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Os maus hábitos que os ricos evitam