Óbito

Morreu João Araújo, o advogado de José Sócrates

João Araújo
João Araújo ao lado de José Sócrates

João Araújo ficou conhecido pela defesa do ex-primeiro ministro José Sócrates no caso Operação Marquês .João Araújo. Tinha 70 anos. A informação foi avançada pela Renascença e confirmada à TSF por fonte familiar.

Em abril de 2019, o advogado foi condenado ao pagamento de multa e de indemnização de 8 mil euros pelos crimes de difamação agravada e injúria agravada à jornalista Tânia Laranjo, do Correio da Manhã e da CMTV.

Como na altura noticiou o Diário de Notícias, os factos ocorreram em 17 de março de 2015, junto ao Supremo Tribunal de Justiça, numa altura em que a Operação Marquês dominava o espaço mediático e tinha sido apresentado um habeas corpus para a libertação do ex-primeiro-ministro.

João Araújo, acompanhado por Pedro Dellille, ambos defensores de José Sócrates, foi abordado por um grupo de jornalistas entre os quais estava Tânia Laranjo. A uma pergunta desta jornalista, o advogado começou por responder “desampare-me a loja”.

Depois disse “A senhora devia tomar mais banho. Cheira mal”. Logo a seguir, falando para o colega advogado disse em voz alta – Esta gajada mete-me nojo”, seguida da expressão: “temos de andar com esta canzoada?”. À noite, numa televisão, referiu-se à ofendida como “aquela jornalista com mau aspeto”. A jornalista do Correio da Manhã fez queixa e o caso chegou a julgamento.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

App TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

Morreu João Araújo, o advogado de José Sócrates