Mota-Engil encaixa quase 104 milhões de euros com aumento de capital

A Mota-Engil vai encaixar quase 104 milhões de euros com o aumento de capital, tendo ficado a subscrição incompleta com uma procura total que ascendeu a 69.270.809 novas ações, foi hoje comunicado ao mercado.

"A procura total registada no presente aumento de capital ascendeu a 69.270.809 novas ações, que correspondem a um encaixe financeiro de cerca de 103.906.213,50 euros, tendo ficado a subscrição incompleta e, consequentemente, o aumento de capital limitado às subscrições válidas recolhidas", lê-se no comunicado remetido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Por sua vez, os pedidos suplementares de novas ações sujeitos a rateio ascenderam a 128.451 títulos, ou seja, 0,4% do que estava disponível.

O capital social da construtora vai passar assim de 237.505.141 euros para 306.775.950 euros.

Segundo a empresa, a liquidação financeira das ações subscritas e das atribuídas em rateio deverá ocorrer na quinta-feira.

"[...] A Mota-Engil requereu à Euronext Lisbon -- sociedade gestora de mercados regulamentados, S.A., a admissão da totalidade das ações objeto do presente aumento de capital à negociação no mercado regulamentado Euronext Lisbon, prevendo-se que a mesma ocorra no dia 31 de maio de 2021 ou em data aproximada, após o registo comercial do aumento de capital junto da Conservatória do Registo Comercial", acrescentou.

O aumento de capital da Mota-Engil incluía a emissão de até 100 milhões de novas ações com valor nominal de um euro, a que se somou um ágio de 0,50 euros por cada nova ação, com subscrição reservada a acionistas.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da Mota-Engil subiram 1,71% para 1,49 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de